Plantão:
Presos de Cáceres se qualificam para trabalhar nas ruas
NOTÍCIA »

Voltar a página anterior     Versão impressa       A[+]    A[-]  

Presos de Cáceres se qualificam para trabalhar nas ruas

Foto: Diário de Cáceres/Clarice Navarro Diório
Quinze reeducandos da Cadeia Pública de Cáceres iniciaram ontem o curso de Jardinagem, ministrado pelo Senar em parceria com o Sindicato Rural. A abertura aconteceu no auditório do Sindicato, às 14 horas, com a presença do juiz da Vara de Execuções Penais da comarca, Jorge Alexandre, do presidente do Sindicato Rural, Marcinho Lacerda, do secretário de Governo do município, Neto Gouvea, e do diretor da cadeia, Alexandre Vieira.

Simultaneamente, 15 reedeucandas da Cadeia Feminina iniciaram o curso de pintura em tecido, através da mesma parceria.

O juiz informou que esta é a primeira turma que, formada, irá para a rua para prestar trabalho à comunidade. No decorrer do ano, outras turmas serão formadas.

A qualificação é uma das vertentes da ressocialização. Além de aprender o ofício, eles trabalham e ganham a remição da pena (um dia a menos a cada três trabalhado).

Para o próximo ano, está previsto que recebam também 1/3 do salário mínimo, depositado numa conta especial, a qual terão acesso quando ganharem a liberdade.

Por enquanto, a prefeitura não tem condições de pagar. O secretário Neto Gouveia, representando o prefeito Francis Maris, afirmou que além do alcance social, a medida ajuda o município que precisa de mão de obra qualificada. Ele elogiou a participação de todos na parceria e disse que o trabalho dos reeducandos na limpeza de logradouros públicos é muito bem vindo.

Marcinho Lacerda informou que tão logo aconteceu a primeira reunião com o juiz competente, o sindicato não mediu esforços para trazer os cursos.

O juiz Jorge Alexandre afirmou que este é um passo para a transformação do modelo da unidade prisional de Cáceres. "O preso trabalhando traz benefícios para a comunidade, para sua situação penal e para sua volta ao convívio social. Em breve teremos aqui um CDP-Centro de Detenção Provisória, e a Cadeia de Cáceres, que é a maior do Estado, passara a funcionar como um local onde o preso irá produzir".

Sobre o número de agentes prisionais aquém do necessário, conforme informado pelo diretor Alexandre, o juiz disse que além dos 15 já destinados a Cáceres, ele conseguiu outros 8, "e conseguiremos mais".

O diretor Alexandre Vieira disse que para que os presos façam cursos e possam trabalhar, os agentes também estão colaborando, trocando escalas, diminuindo folgas, enfim, todos em prol de uma medida que é de interesse coletivo.

Por: Diário de Cáceres/Clarice Navarro Diório em 11/06/2013 17:23:14

» Mais notícias
Margens de rodovia turística vira 'lixão' em Cáceres
Margens do rio Paraguai são tomas por sevas e autoridades fazem vistas grossas
Barco que carrega turbina que vai para o Teles Pires encalha em Cáceres
Entidade estuda navegabilidade da hidrovia do rio Paraguai
Rapaz de 22 anos morre depois de ingerir coca-cola com leite condensado


» COMENTE AQUI

Nome: *
E-mail: *
Cidade:
Comentário:  *Excedido o numero de caracteres.
Digite o texto da imagem ao lado:
 

» COMENTÁRIOS

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
MARINA (caceres mt) | 2013-06-12 00:12:54
Parabéns ao juiz pela iniciativa desse projeto de oferta a cada reeducando a possibilidade de reviver entre os seus, que essa oportunidade amplie em outras cadeias , ali a seres humanos
Jessé Bento da Luz (Cáceres) | 2013-06-12 08:19:34
Esta é uma atitude louvável, é este tipo de iniciativa que nossa Cáceres estava precisando para que nossa sociedade seja uma sociedade diferenciada. É na recuperação destes detentos é que será devolvido a dignidade e o direito de ir e vir. Parabéns aos idealizadores deste projeto.
pedro fidelis da silva filho (caceres-mt) | 2013-06-12 15:22:17
estao de parabens a todos estes idealizadores deste projeto de suma importancia na formação de valores para com os reiducandos na iserção no mercado de trabalho e no convivio com na sociedade, e eu na condição de coordenador do sine estarei a dispor para ajudar no retorno ao mercado de trabalho

 

   
Copyright © 1997 - 2014 • Jornal Oeste • Todos os direitos reservados
online