Plantão:
Vigilante de escola em Cáceres é preso por aliciar menina de 12 anos
NOTÍCIA »

Voltar a página anterior     Versão impressa       A[+]    A[-]  

Vigilante de escola em Cáceres é preso por aliciar menina de 12 anos

Foto: Ilustração
Um vigilante de escola particular foi preso em fragrante pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres. O acusado, Geraldo Pereira Leite, de 49 anos, foi autuado por exploração sexual de criança e adolescente. Ele estava aliciando uma menina de 12 anos.

A delegada da delegacia especializada, Alessandrah Marques Ferronato, explica que as investigações iniciaram após uma denúncia feita pela mãe da menor, A.L.S., de 12 anos, na Delegacia da Mulher.

A vítima afirmou que o Geraldo trabalhava como vigilante e puxou conversa quando a menor entregava pães caseiros nas proximidades de uma escola particular da cidade. Segundo a menina, ele comprou alguns pães ficando devendo a quantia de R$0,50. Em outra conversa, já na frente da escola, o vigilante chegou a falar em casamento e marcou um encontro com a adolescente num local afastado, quando foi surpreendido pelos policiais.

O preso e conduzido a DEDM e atuado em flagrante no artigo 218-B, que tipifica como crime “submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 anos ou que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática de ato, facilitá-la, impedir ou dificultar que a abandone”.

Por: PJC em 20/06/2012 08:32:56

» Mais notícias
Internautas podem colaborar para mapeamento de animais da fauna da região de Cáceres
Quase metade da droga que chega ao Estado vem do 'céu'; governo quer base aérea em Cáceres
MPE de Pontes e Lacerda obtém liminar que obriga concessionária a realizar adequações em estações de tratamento de esgoto
Bichos do Pantanal mapeia novas espécies de peixes do Pantanal
Prefeitura de Porto Esperidião prorroga prazo para pagamento de IPTU com desconto


» COMENTE AQUI

Nome: *
E-mail: *
Cidade:
Comentário:  *Excedido o numero de caracteres.
Digite o texto da imagem ao lado:
 

» COMENTÁRIOS

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
indignado (caceres) | 2012-06-20 09:29:36
tem que mostrar a cara desse tarado
Marta (Cáceres) | 2012-06-20 10:01:34
Se fosse de escola pública o nome da Instituição seria revelado
maria (caceres) | 2012-06-20 11:48:31
tinha que falar o nome da escola agente paga escola particular achando que nossos filhos ta mais segura,fala o nome da escola
mARCELLA (cÁCERES) | 2012-06-20 11:50:10
Relamente,se fosse escola municipal ou estadual,teriam falado qual era escola pra só pra queimar...
fabinho (CÁCERES) | 2012-06-20 11:58:15
vagabundo tomara que na cadeia coloquem calcinha nesse safado e pesse maquiagem nele.........
angela (caceres) | 2012-06-20 13:50:37
meu deus que mundo e esse. mas tem uma coisa que vcs do jornal oeste pode fazer por nos pais que temos nosso filho em escolas tanto prticular quanto as publica vcs tem que divugar o nome do meliante ..
Da Graça (.) | 2012-06-20 23:18:43
Não deve expor uma instituição, sendo particular ou publica. Seria uma completa falta de ética. As escolas buscam os melhores profissionais. Creio que com certeza ela não colocou uma placa \" aceitamos um tarado\"! Provavelmente estavam em busca de um funcionário para o cargo, e infelizmente alguém que, como foi contratado, demonstrava boa índole, mas não era realmente correto. Existem pessoas do nosso lado más e nós nem desconfiamos. Pagamos escola pra dar segurança ao filho e devemos então pagar pra um psiquiatra também ? Assim apenas boas pessoas serão contratadas. Seria bom aconselharmos as escolas pra aumentarem as mensalidades e incluírem esse serviço né? ai ninguém quer ... Cada comentário que te contar ein.

 

   
Copyright © 1997 - 2014 • Jornal Oeste • Todos os direitos reservados
online