Imprimir

Imprimir Artigo

01/04/2024 - 12:52 | Atualizado em 01/04/2024 - 19:59

Jogão

O fato político mais importante da semana em Cáceres foi a notícia veiculada pelo jornalista Romilson Dourado em sua coluna no site RDNEWS. Ele noticiou o recuo do ex-deputado federal doutor Leonardo Albuquerque (Republicanos) da pré-candidatura a prefeito de Cáceres na eleição deste ano. Romilson escreveu que o atual coordenador do Escritório de Representação de Mato Grosso, em Brasília, irá apoiar a reeleição da prefeita Eliene Liberato Dias (PSB). Isso abre caminho para acontecer o que venho dizendo aqui na Coluna. Leonardo pode fazer uma dobradinha imbatível com Eliene e depois virar o prefeito caso Eliene venha a se tornar candidata a deputada estadual em 2026. Essa articulação também fortaleceria o Republicanos e o deputado estadual Valmir Moretto que caminha para se tornar o grande líder político da região. Na semana passada ele deu um passo enorme neste sentido ao liderar a articulação política para a construção do Hospital Regional de Pontes e Lacerda, antigo e maior sonho da população da região. A dobradinha Leonardo/Eliene também fortaleceria a chapa de vereadores do Republicanos cacerense que pode eleger até três parlamentares este ano. Além disso, a dobradinha também pode turbinará as chapas do vereadores do PSB e do União Brasil que seguramente elegerão vereadores.
 
Prefeitáveis
 
Com o recuo de doutor Leonardo, seis pré-candidatos ainda falam em disputar a prefeitura de Cáceres em outubro. Professor Leandro (PSD), Vicente Palmiro (MDB), Sérgio Arruda (PP), James Cabral (PT), Francis Maris (PL) e Eliene Liberado Dias (PSB). Para mim, só concorrem Francis, Eliene e James.
 
Vicente Palmiro
 
Os articuladores políticos do ortopedista Vicente Palmiro vão acabar matando a sua pré-candidatura a prefeito. Eles estão retardando a pré-campanha e automaticamente perdendo apoiadores para outros partidos e candidatos. O médico Felix Alvares e os vereadores Flavio Negação e Luiz Landim já tomaram outro caminho. Félix está com um pé no União Brasil, de onde Negação disse que não sai. Já o presidente da Câmara Luiz Landim também confirmou que ficara no PV. O presidente do MDB, Marcinho Lacerda disse hoje ao Ciadenotícias que o lançamento da pré-candidatura de Vicente Palmiro será no próximo dia 6.
 
Da máquina
 
A prefeita de Cáceres, Eliene Liberato Dias (PSB), já começou a escolher os pré-candidatos a vereadores que ocupam cargos de confiança na sua gestão. Além dos diretores da Autarquia Águas do Pantanal, Júlio Parreira, e da Previ, Wilson Kishi, figuram na lista da prefeita os secretários considerados linha de frente em termos políticos, Fransergio Piovesan (Educação), Vitor Miguel (Saúde), Wesley Lopes (Infraestrutura) e Fabiola Campos Lucas (Assistência Social). O destino deles pode ser o PSB, União Brasil ou PV onde já está o secretário Fransérgio.
 
PSDB
 
A saída do ex-prefeito Francis Maris (PL) e do vereador Marcos Ribeiro (PSD), ao contrário do que eu imaginava, foi excelente para o PSDB. A legenda sob o comando de Beto Michelon vem recebendo várias filiações. O vereador Lacerda do Aki, por exemplo, levou vários ‘irmãos de fé’ para a legenda. O ex-vereador Celso Fanaia foi convidado pelo deputado estadual Carlos Avalone para retornar ao PSDB e concorrer em outubro.
 
Farda
 
Na onda bolsonarista que elegeu centenas de militares e evangélicos para cargos políticos, ao que parece o Comandante do 6º Comando Regional Oeste da Polícia Militar, Coronel Óttoni César deve seguir o exemplo dos também Coronéis Assis e Fernanda que em 2022 se elegeram Deputados Federais. De olho numa cadeira na Assembleia Legislativa, o oficial da Polícia Militar está apadrinhando a candidatura a vereador do Subtenente Campos. Desde que chegou a Cáceres, Óttoni tem feito sopões e participado ativamente dos eventos políticos. Campos está filiado ao Republicanos e se souber fazer uma campanha, tem chances.
 
Retardatários
 
Esta semana acaba a janela para a mudança de partido. A Coluna apurou que os vereadores Pastor Junior (Cidadania), Franco Valério (PROS) e Rubens Macedo (PRD), já estão encaminhados. Franco está em entre o PV, PSB e o União Brasil. Rubens vai para o União Brasil dos irmãos Júlio e Jayme Campos de quem é um velho aliado. Já pastor Junior, vai ser coerente e concorrerá à reeleição pelo PL do ex-prefeito Francis Maris. Mas tem convite para ir para o União Brasil.
 
Vereadores
 
A partir de hoje a Coluna abre espaço aos partidos e pré-candidatos a vereadores. Vamos divulgar os nomes e partidos pelos quais eles irão concorrer. Hoje já listamos alguns. Vejam abaixo:
 
Chapa PSD
 
Marcos Ribeiro
Professor Leandro
 
 
Chapa PL
 
Campos
Rosinei
Zé Eduardo Torres
Eduardo Trânsito
Zacarckin
Tato Embalagens
Ribeiro
 
Chapa do PP
 
Jorge
Eliel
Cleber
Enevilton
Pacheco
Hélio
Magaly
Creude
Judson
Marcelo Renato
Odenir
Clovis
Pinheiro
 
Chapa do Republicanos
 
Alessandra
Café
Celso
Isaías
Giuliano
Jonas
João Resende
Tenente Campos
Fonseca
Dalbiane
Mamedes
Marquinhos Pegaiani
 
Chapa PT
 
Rafael Costa
Pedrinho
Cézare
Lorival
Ildimar
Mazéh
Maria do Carmo
José Carlos ( caculito)
Ademilson vigilante
José Vieira
Neuzo
Célia Cristina
 
Chapa PC do B
 
Alessandra Oliveira
Victor Cruvinel
 
Chapa PSB
 
Manga Rosa
Domingos
Valdeniria
 
Chapa União Brasil
 
Flavio Negação
Thomas Canellas
 
Chapa PV
 
Luiz Landim
Celso Fanaia
 
Chapa PSDB
 
Laerca Aki
Jane Carvalho
Débora Pacheco
Hélio Maldonado
Junior Publicidades
 
Prováveis
 
Em Cáceres possui um grupo de tipos populares que tem muita vontade de disputar uma eleição de vereador. Entre eles estão, Pacu, Meloso, Bico Fuzil, Curu, Hipopotama, Boca de Piu Piu, Pantaneiro do Salgado, Xaolin, Romario, Sangue de Maria da Cibrazen, Papaléguas, Favela, Zé da Praia, Cidão do Facão, Regina do Bolo de Arroz do Quebra Pau, Toto, Kebinho, Bala Jacson, Cidó e Pai Dantas.
Imprimir