Artigos / Wilson Fuá

08/06/2024 - 07:43

Desenvolver a capacidade assertiva

              Usando o poder da autocrítica pode-se mudar tudo, pois ao passar a conhecer a si próprio e ao mesmo tempo adotar a visão periférica como o grande laboratório da vida, pode nos dar a segurança pessoal para tomadas de decisões assertivas.

              Existem tantas aulas gratuitas com exemplos que estão ao nosso lado, e a partir daí, deixar de lado os sonhos de olhos fechados e manter o foco no objetivo que leve somente em ações concretas, assim passamos a desenvolver  etapas seguras na construção da nossa própria realidade, e sob a égide da decisões assertiva, passamos a agir de forma firme e sem rodeios, e viver livre para não pensar que estar causando  constrangimentos, devemos saber que nada vem de graça e que a vida não é de brincadeira, e quando tivermos que decidir, não temos que ficar agradando a ninguém. 

               Encarando a realidade dura e não fugindo dos enfrentamentos, vivendo como adultos e promovendo mudanças, com crescimentos pessoais, saindo dos sonhos de olhos fechados para abrir as portas da realidade, com certeza às conquistas serão apenas uma consequência dos nossos esforços.       

              Na passagem do sonho para a realidade muitas vezes temos que romper com tudo, jogar fora certos valores antigos e conceitos pré-concebidos, e ao transpormos todas as barreiras mentais, as piores fases virão lições dos longos períodos de incertezas, mas claro que após isso vem o concreto, e a autoconfiança se reestabelece, transformando-nos num ser forte e motivado, sendo um gigante com passos firmes e determinados, traduzido pelas nossas ações adultas.

                  Com muito sacrifício os lamentadores conseguem transpor esse estado de insatisfação geral, depois de muitas fases da vida, essas pessoas aprendem que o segredo é saber escolher os melhores caminhos e que o melhor lugar é aqui e agora, que todas as pessoas nasceram para ser feliz.

                  O importante é ativar a sensibilidade de escolher conscientemente o bem e desprezar o mal, sabendo que independentes dos acontecimentos, às vezes estes também fornecessem momentos de colheitas de bons frutos, nos preparando para enfrentar o que pode dar errado, mas também com a persistência necessária para alcançar a linha de chegada do sucesso, lado a lado daqueles que amamos.

              As pessoas que adotam o poder de autocrítica vivem em paz consigo mesmas, são as mais atraentes nos meios sociais, pois são de fácil convivência, agem sob a força da simplicidade e espontaneidade, vivendo livremente das ações do “politicamente correto”. 
Wilson Fuá

por Wilson Fuá

É Especialista em Recursos Humanos e Relações Políticas e Sociais
wilsonfua@gmail.com
+ artigos

Comentários

inserir comentário
0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet