Notícias / Cultura

09/02/2022 - 14:04

Cineasta cacerense tem curta selecionado em festivais da Turquia e da Inglaterra

Por Paulo Henrique Fanaia

leiaagora

 (Crédito: leiaagora)
O cineasta Leandro Peska teve seu mais novo curta-metragem selecionado para competir em dois festivais internacionais em 2022. O filme “Cateto”, dirigido, produzido e editado por Leandro, será exibido na 14ª edição do festival Rofife 2022, que acontece em Bolu (Turquia) e no festival Sessions by Lift-Off Global Network, de Londres (Inglaterra).
 
Filmado em 2011 durante uma visita ao sítio da família, na zona rural de Salto do Céu (294 km de Cuiabá), “Cateto” foi captado em preto e branco e, em seus menos de 5 minutos, mostra o momento em que um morador da propriedade encontra um porco do mato. A partir daquele instante, o destino de homem e animal se misturam em um retrato do dia a dia, que pode ser cruel para alguns, sobrevivência para outros, ou até mesmo uma obra de arte do cotidiano.
 
Em uma conversa ao Entretê!, o cacerense Leandro Peska conta sobre a produção do filme e como trabalhou sozinho e sem patrocínio.

Utilizando-se dos aspectos que marcaram o Cinema Novo e no melhor estilo Glauber Rocha, “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça”, Peska diz que o filme surgiu em uma questão de momento.
 
“A produção dele foi muito parecida com o que eu venho fazendo nos últimos anos, que é algo bastante independente e, de certo modo, até solitário. A situação do animal e do homem era algo que eu sabia que iria acontecer, porque aquela experiência naquele momento seria inevitável. Então eu decidi filmar”, conta o jovem diretor.
 
O filme ficou engavetado por alguns anos. À época, o diretor achou melhor deixar a obra parada e realizou outros projetos, como o documentário “Sob Múltiplos Olhares” (2019), uma de suas obras mais elogiadas. Na pandemia, Leandro revisou os trabalhos antigos e encontrou as filmagens de “Cateto”, surgindo, então, o desejo de finalizar a obra e lançar para os festivais.
 
O sucesso com os críticos foi imediato. Em 2021, o curta-metragem foi um dos 40 selecionados para a 3ª edição do festival Cine Urutu de São Paulo (SP). Durante os oito dias de festivais, o filme foi indicado na categoria de Melhor Edição.
 
Entre 17 e 20 de março, “Cateto” será exibido no festival Rofife 2022. O curta foi indicado na categoria de Melhor Documentário. O festival é presencial e move um público grande nos quatro dias de exibição.

Ainda no primeiro semestre deste ano, o filme participa do festival Sessions by Lift-Off Global Network. A mostra é híbrida, portanto, os filmes serão transmitidos on-line e nas salas de cinema. Sessions é um dos festivais mais famosos do mundo no quesito produção cinematográfica independente. O filme concorre na categoria Melhor Curta-Metragem.
 
O filme pode até ser um pouco violento para certo tipo de público, mas definir a obra como um projeto de “documentário de terror” é muito difícil. Questionado em qual categoria o filme se encontra, Leandro acha melhor deixar o espectador decidir.

“Eu acho que essa é uma reflexão bacana, sabe? [...] Por que a gente precisa definir? É por questões de mercado. Mas, dependendo de quem assistir, ele pode entrar na categoria de experimental. Ele também pode ser algo como um experimental terror, um documentário terror, porque essa é a maior virtude do filme, ele vai ser o que a pessoa quiser refletir”, considera o diretor.
 
Por estar participando de festivais ao redor do mundo, “Cateto” ainda não foi exibido no circuito comercial, mas o diretor espera que o filme receba a devida estreia até o fim do ano.

Vídeo Relacionado

Comentários

inserir comentário
3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Elisabeth Shaw, em 10.02.2022 às 17:01

    Meu orgulho!!! Mesmo longe estarei torcendo sempre por vc. Muito sucesso

  • por Marina Vicente, em 09.02.2022 às 21:14

    É isso Leandro! Cáceres precisa de bons representantes. Parabéns pelo trabalho! Ficamos na expectativa pelo Prêmio! Vc merece!

  • por Leandro Peska, em 09.02.2022 às 21:03

    Muito obrigado pelo apoio de sempre!

 
Sitevip Internet