Notícias / Polícia

20/04/2009 - 00:00

Show de Pagode termina com um morto em VG

Por Jornal Oeste

Redação 24HorasNews Cuiabá e Várzea Grande viveram um dos mais violentos finais de semana do ano. Foram registrados oito assassinatos em 48 horas, sendo seis homicídios e dois latrocínios (roubos seguidos de morte). Uma das tragédias aconteceu dentro do Circuito de Pagode, no estacionamento da Universidade de Várzea Grande (Univag) onde uma pessoa foi morta e outras três foram baleadas. O jovem estudante Emílio Santiago, segundo informações da Polícia, de 19 anos, levou pelo menos três tiros e morreu no local. Outras três pessoas também foram atingidas, todas por balas perdidas. Uma delas, uma jovem foi levada em estado grave para um hospital com uma bala alojada no peito. No mesmo local onde Emílio Santiago foi morto, a exemplo do ano passado, a Polícia registrou outras confusões, envolvendo pessoas em brigas generalizadas. Emílio Santiago foi morto no exato momento em que se apresentava o cantor Zeca Pagodinho, que teve que parar o show por motivo de segurança, o cantor teve que voltar 15 minutos após a confusão para terminar sua apresentação. “Fazem grandes promoções com milhares de pessoas, mas se esquecem de contratar seguranças compatível com o tamanho do evento. As pessoas entram armados com a maior facilidade. Por isso acontece o que aconteceu no ano passado, onde uma outra pessoas foi morta”, criticou Nonato Raimundo, de 34 anos, um apaixonado pelo pagode e teve no evento deste sábado (18). Sem organização e sem segurança, o Circuito de Pagode deste ano reflete a mesma coisa que aconteceu no ano passado. Além das brigas, tiros, pessoas baleadas e morte, a Polícia também teve muito trabalho para conter os bêbados e os usuários de drogas. O local preferido da “rapaziada” da pesada se concentra atrás dos banheiros químicos, onde se consome todo tipo de drogas. “Por isso que os shows e as festas de pagode estão acabando em Cuiabá. Além dos bêbados, existe também uma grande concentração de usuários de drogas que vão apenas para bagunçar e acelerar a violência”, disse um policial militar que pediu para não ser identificado. As Polícias Civil e Militar registraram ainda, em Várzea Grande (Grande Cuiabá), a morte violenta do adolescente Roberto Rodrigues Jordão, de 15 anos. O garoto, segundo a Polícia, foi assassinado com alguns tiros. Dois assaltantes, um deles armado, mataram Oldair Camposano, de 38 anos. O crime, segundo a Polícia, aconteceu na noite de ontem, no bairro São João Del Rei, região do Coxipó, na periferia de Cuiabá. Os bandidos, segundo ainda a Polícia, roubaram a moto da vítima após o latrocínio. O crime aconteceu quando a vítima estava em uma lanchonete no São João Del Rei. A Polícia ainda não tem pistas dos bandidos que mataram Oldair. Com informações de José Ribamar Trindade
 
Sitevip Internet