Notícias / Saúde

24/01/2021 - 10:53

Depois de três anos, prefeitura de Cáceres volta a oferecer atendimento psiquiátrico. Em breve restabelecerá tratamento neuropediatrico

Por Assessoria

Assessoria

 (Crédito: Assessoria)
De acordo com a Opas ( Organização Pan Americana da Saúde), uma em cada dez pessoas precisará de cuidados de saúde mental em algum momento da vida. Diante de tantos novos casos de doenças psiquiátricas registradas nos últimos anos, a procura por atendimentos e procedimentos a fim de reduzir os seus danos aumentaram a demanda reprimida no município.

Desde que assumiu a Prefeitura no dia 1º de janeiro, a Prefeita Eliene tem priorizado a Saúde nas suas variadas demandas. Em total sintonia com o Secretário Dr. Sérgio Arruda, algumas deliberações importantes têm sido tomadas. Uma delas o retorno dos atendimentos psiquiátricos à pacientes do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), além de pacientes da Central de Regulação, alguns esperando há mais de dois anos por atendimento.

Nos últimos dias 22 e 23/01, a Psiquiatra Dra. Olicélia Ataídes da Silva Poncioni, atendeu um total de 45 (quarenta e cinco) pacientes, sendo 07(sete) pacientes do CAPS, e 38 (trinta e oito) da Central de Regulação.“Enalteço a importância da continuidade do tratamento ao paciente, com vistas à sua adesão e administração da medicação corretamente”, destacou a Dra. Olicélia.

Para a Prefeita Eliene, “aos poucos vamos diminuindo a demanda reprimida das várias especialidades oferecidas pela saúde pública, agendando novas avaliações e acompanhamentos”, disse.“De acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS, ansiedade e depressão, são cotadas como principais doenças do século, por isso os atendimentos e serviços oferecidos pelo SUS, são fundamentais para garantir um estilo de vida saudável e manter a saúde mental em dia”, concluiu Eliene.

Os pacientes devem procurar atendimento psiquiátrico quando tiverem problemas com vícios e drogas; sintomas de transtornos de mentais sérios como distúrbios do sono, ansiedade generalizada ou depressão; tentativas suicidas e depressão severa. Transtornos do humor, como depressão e transtorno bipolar, são os mais comuns em mortes por suicídio.O Centro de Atenção Psicossocial de Cáceres – CAPS, está localizado na Avenida Tancredo Neves, antigo Hospital O Bom Samaritano.

Comentários

inserir comentário
2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Dalila, em 24.01.2021 às 22:02

    Parabéns Eliene, humanizar é necessário, tem muitas pessoas em suas casas passando por momentos difíceis. Cada dia encontramos pessoas deitadas pelas calçadas, tendo surto em casa...Saúde é fundamental, é direito do cidadão

  • por .Solange Amaral Andrade, em 24.01.2021 às 11:30

    Parabéns pela a iniciativa o povo está precisando muito do atendomento desta especialidade no munícipio de Cáceres .

 
Sitevip Internet