Notícias / Cidade

24/01/2021 - 10:14

Homem é preso em Cáceres por fazer bagunça na UPA

Por Pedro Miguel

Ilustração

 (Crédito: Ilustração)
Na noite de ontem, 23/01, (sábado), por volta das 22:30Hs, a Polícia Militar foi acionada via CIOSP pra atender um entrevero na UPA (unidade de Pronto Atendimento), localizado na Avenida Getúlio Vargas, onde segundo o solicitante, no local havia um indivíduo com os ânimos exaltados, ameaçando e xingando os médicos e enfermeiros da unidade.

De posse da informação a rádio patrulha imediatamente foi até o local e constatou a veracidade dos fatos, encontrando o suspeito, posteriormente identificado como sendo de iniciais K.R. de 44 anos, que estava muito exaltado, fazendo filmagens com o celular, dizendo que iria postar o vídeo nas mídias sociais, onde a guarnição tentou conversar e acalmar o suspeito, porém, ele também passou a filmar a guarnição policial e dizendo, "A PM deveria estar na rua prendendo bandido e não ali que era lugar de gente doente", que a todo instante os policiais tentavam acalmar o suspeito, mas ele não obedecia e continuava a filmagem, então, foi solicitado apoio da Força Tática, que rapidamente compareceu no local e realizou a detenção do suspeito e o encaminhou até o CISC.

VAI VENNNNNNNNNNNNNNNNNNDO

No CISC, o suspeito começou a ameaçar a guarnição e um policial civil (plantonista) na 1DP, dizendo estar infectado pelo Corona Vírus e que iria infectar todos que ali estavam, nesse momento ele foi colocado em uma das celas para aguardar a confecção do boletim de ocorrência, nessa hora, o suspeito começou a tossir e cuspir nos policiais.

Os enfermeiros da unidade de saúde relataram que o suspeito chegou ao pronto atendimento acompanhando a sua mãe e ficou furioso quando encontrou um dos funcionários sentado, que segundo os funcionários, da chegada do suspeito até o atendimento de sua mãe, se passaram apenas 07 minutos, como consta no prontuário.

Segundo os policiais, o suspeito teria dito que sabia que estava infectado com o Corona Vírus e, mesmo assim continuava a circular pela cidade sem tomar os cuidados necessários com a própria vida e a do próximo.

Comentários

inserir comentário
8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Alaide Alves Teixeira, em 24.01.2021 às 23:10

    Todas as vezes que necessito de atendimento na UPA, encontrei funcionários atenciosos realizando um atendimento de excelência e os médicos então muito Atenciosos. A equipe da UPA estão de parabéns, pelo carinho, atenção que nos recebe.

  • por Divina Roque, em 24.01.2021 às 21:37

    Se a mãe desse cidadão for idosa e estava passando mal é outra coisa...atendimento prioritário, porém precisar acionar força tática sou contra, pq polícia não é para quem precisa de atendimento médico e nada q uma conversa ñ resolva. O cidadão estava alcoolizado? A reportagem ñ disse. Imagina o emocional da mãezinha vendo seu filho q estava a defendendo ir preso. Praticar a humanização precisa de curso...leitura. infelizmente nossa UPA ñ tem profissional para atender e nem é preparada para lidar com pessoas assim. Ainda tem um otário achando que bater resolve. Põe a tua mãe lá filho. Cáceres já perdeu o controle de pessoas contaminadas. Antes saiam o total dos bairros, agora nem falam mais.. Difícil...

  • por Ramos Artiga Silveiro, em 24.01.2021 às 20:05

    Esse pantaneiro é estranho. Sempre está a favor de marginal em seus comentários. E sempre contra as ações dos agentes público que atua na mais estrita legalidade. Ou esse pantaneiro não bate bem das ideias ou faz partes dessas marginalidade que impera nessa região de fronteira.

  • por Tibúrcio pantanal, em 24.01.2021 às 19:39

    O funcionário público da UPA precisa dar um bom atendimento para a população cacerense pois quem é o patrão deles é a população que trabalha para pagar os seus salários.

  • por Leonardo, em 24.01.2021 às 18:26

    Pantaneiro, te falta interpretação de texto. A própria reportagem diz que a mãe do paciente demorou apenas 07 minutos para ser atendida, qual foi a ineficácia ou mal atendimento a essa pessoa? Quem paga o salário dos servidores somos todos nós, inclusive os próprios servidores, que também são pagadores de impostos. Esse é um argumento descabido.

  • por Pantaneiro, em 24.01.2021 às 13:37

    A prefeitura deveria fiscalizar e exigir bom atendimento dos servidores para com a população, até porque quem paga os salários dos servidores públicos é o povo que trabalha.

  • por Servidor Público, em 24.01.2021 às 13:16

    Deveria rufar o pau de guatambu no lombo desse marginal que mesmo infectado com Covid fica fazendo arruaça em espaço público . Leva ele pra tomar um salve de sacola com os médico do PCC ou do CV que ele toma rumo na vida. Vou preparar um álcool setenta por cento e trinta por cento de Furadan pra borrifar nesses idiota que ameaça polícia.

  • por Carlos, em 24.01.2021 às 11:22

    As pessoas estão muito estressada, imagina os enfermeiros e médicos, temos que ter paciência nesse tempo de pandemia, por isso temos que nos prevenir, por que a coisa tá feia

 
Sitevip Internet