Notícias / Saúde

07/09/2020 - 12:59 | Atualizado em 07/09/2020 - 14:35

Sem pagamento há 4 meses, médicos plantonistas da UTI Covid do hospital São Luiz ameaçam parar de trabalhar a partir desta semana

Por Jornal Oeste

Ilustração

 (Crédito: Ilustração)
Ao menos dez médicos que atuam como plantonistas no Hospital São Luiz, em Cáceres, que inclusive trabalham na UTI no combate ao coronavírus, procuraram o Jornal Oeste para comunicar a população da região que caso não recebam os quatro meses de salários atrasados, irão interromper coletivamente os atendimentos nesta semana.

A reportagem apurou que médicos de outras especialidades também deixaram de atender no hospital, todos por falta de pagamento.

Entre eles, cardilogistas, pediatras e fiseoterapeutas, indispensáveis no tratamento de pacientes com Covid 19.

O Jornal Oeste aguarda um posicionamento da direção da Pro-Saúde que administra o hospital.

NOTA

O Hospital São Luiz informa que, até o momento, não recebeu nenhum comunicado formal ou informal sobre o posicionamento dos médicos relatado pelo jornal. O HSL acrescenta que mantém canais de diálogo com colaboradores e prestadores de serviços, incluindo os médicos. O atendimento aos pacientes está sendo realizado normalmente.
 

 

Comentários

inserir comentário
3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Bugre, em 07.09.2020 às 18:56

    Essa prosaúde é só migué! Exigem um monte de blá blá blá e nem pagam as contas em dia. Brincadeira hein pró saúde? Vcs podiam era vazar daqui. Chamem as irmãs de volta. Elas sim eram sérias!

  • por ANTÓNIO, em 07.09.2020 às 18:05

    Isso é caso de polícia mesmo e nada tem à ver com políticos. Desviar dinheiro público destinado a pandemia e não pagar nem as pessoas que estão na linha de frente, no caso os médicos é caso de polícia.

  • por Pedro Vitório, em 07.09.2020 às 13:52

    A que ponto chegamos...cadê nossos representantes? Necessitamos de ajuda Federal, Estadual, Municipal... é inadmissível negligenciar diante dessa pandemia. Que nosso povo tenha sabedoria para eleger nossos representantes na Assembléia. Por mais q a política já caiu no discrédito, infelizmente dependemos dela. Que o orgulho seja deixado de lado, que os nossos políticos se unam para fazer o melhor para nossa Cáceres.

 
Sitevip Internet