Jornal Oeste

Cáceres, Sábado, 8 de Agosto de 2020

Notícias / Cidade

03/07/2020 - 13:35

Investigada por desvio de recursos na gestão Carlos Bianchi, Creche é alvo do MPF

Por Popular Online

Popular Online

 (Crédito: Popular Online)
O Centro de Educação Infantil (CEI), cuja obra foi iniciada, no bairro Jardim São Francisco, pelo ex-prefeito de São José dos Quatro Marcos (a 315km de Cuiabá), Carlos Roberto Bianchi, está sob investigação do Ministério Público Federal (MPF) para apurar possível desvio de recursos na gestão do ex-prefeito.

Conforme apuração da reportagem Popular Online, a obra está paralisada desde o ano de 2014, por irresponsabilidade da empresa Construtora Universo e do ex-prefeito, Carlos Bianchi. Procurado pela nossa equipe, o atual prefeito Ronaldo Floreano dos Santos (PSDB) relatou que a equipe municipal de engenharia vistoriou a obra (in loco) e verificou erros gravíssimos, como a estrutura de madeira, que está toda comprometida.

Consta no referido relatório de engenharia que foram usados caibros onde eram necessárias vigas, e substituíram caibros por tábuas de caixaria e ainda que o ex-prefeito chegou a pagar, o valor de cem por cento, por uma caixa d’água que não foi concluída. O prejuízo estimado está acima de R$ 200 mil reais.



O Ministério Público Federal abriu um procedimento para acompanhar a construção da creche no município em decorrência de irregularidade no primeiro contrato de prestação de serviço que pode ter provocado prejuízo aos cofres públicos, também, conforme apontamento do Tribunal de Contas da União (TCU).

De acordo com a portaria assinada pelo procurador da República, Júlio Cesar de Almeida, a obra está relacionada a convênio assinado entre a Prefeitura Municipal e o Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), na gestão do ex-prefeito Carlos Bianchi.

As informações contidas no Portal Transparência do FNDE, mostra que a creche está, atualmente, com 64,01% concluída e orçada em R$ 1.227.358,50 (um milhão, duzentos e vinte sete mil, trezentos e cinquenta e oito reais e cinquenta centavos), deste total R$ 742.551,89 (setecentos e quarenta e dois mil, quinhentos e cinquenta e um reais e oitenta e nove centavos) são recursos federais, com vigência contratual até 31 de julho de 2021.

O prefeito Ronaldo Floreano dos Santos informou que conseguiu autorização do FNDE para realizar uma nova licitação e reiniciar a obra. "Diante da dimensão dos problemas, a nova empresa contratada não se sentiu segura para reiniciar a obra, para também não ser envolvida nesse problema”, finalizou.

A equipe de reportagem do Popular Online tentou contato com o ex-prefeito, Carlos Bianchi, mas as ligações não foram atendidas e nem retornada até o fechamento da matéria.

Comentários

inserir comentário
1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Muarzinho, em 03.07.2020 às 20:24

    E a CRECHE DE PORTO ESPERIDIÃO! JÁ TERMINOU!? VAI PARA 12 ANOS E NADA DE CONCLUIR! O PREFEITO JÁ FOI CONDENADO JUNTOS COM OUTROS A DEVOLVER O DINHEIRO DESVIADO E NADA DE DEVOLVER! Fiquem esperto esses mesmos miliantes vão querer o seu VOTO NOVAMENTE! TROCA TUDO EM 2020! não reelenjam NINGUÉM!

 
Sitevip Internet