Notícias / Economia

30/06/2020 - 14:38 | Atualizado em 30/06/2020 - 14:40

Projeto 'Carne na mesa' doa comida às famílias carentes de Araputanga, Mirassol e Pontes de Lacerda

Por Assessoria

Assessoria

 (Crédito: Assessoria)
Com recursos garantidos para quase dois terços da meta de 2 mil famílias, o projeto Carne na Mesa entra na fase final da primeira etapa de entrega dos kits de carne bovina às famílias cadastradas em Rondonópolis, desta forma, o projeto volta suas atenções ao Vale do Guaporé, na região oeste do estado, especialmente nas cidades de Araputanga, Mirassol D'Oeste e Pontes de Lacerda.

O projeto Carne na Mesa, encabeçado pela Nutripura e com a parceria de pecuaristas e empresas, entra agora na fase de ampliação das doações e preenchimento de novos cadastros na nova região de atuação.

O perfil prioritário consiste nos quesitos: Chefe de família (pai ou mãe) desempregado, autônomo, trabalhador informal ou profissional liberal; renda mensal per capita menor que R$ 522,50 (1/2 salário mínimo); famílias com mais de quatro pessoas; pessoas pertencentes ao grupo de risco (pessoas com mais de 60 anos, diabéticos, hipertenso, etc). A validação da real necessidade dos selecionados está sendo feita através de uma equipe dedicada da Nutripura, utilizando informações obtidas junto ao Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

O cadastro de pessoas físicas e jurídicas para doações e das famílias a serem agraciadas pelo projeto Carne na Mesa pode ser realizados pelo site www.carnenamesa.com.br.

Comentários

inserir comentário
2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Ademilson, em 01.07.2020 às 06:57

    Quem ajuda a quem merece impresta pra Deus muito boa a doação agora o povo começa a ser mais solidário

  • por Souza, em 30.06.2020 às 15:15

    Podia fazer um frigorifico aqui em Cáceres que ia por carne na mesa de muitas pessoas o ano todo.

 
Sitevip Internet