Notícias / Cidade

26/05/2020 - 07:24

Padre divulga nota sobre incidente após missa em Glória D'Oeste

Por Jornal Oeste

Divulgação

 (Crédito: Divulgação)
O Marcelo da Silva Ramos, da Paróquia de Porto Esperidão e que responde pela comunidade católica de Glória D'Oeste, divulgou ontem, 25, uma nota, onde fala sobre o desentendimento entre dois fiéis da cidade após a missa do final de semana. A notícia foi destaque nos meiso de comunicação do Estado nesta segunda-feira, 25.

Caros irmãos e irmãs, paz e bem!

Tenho recebido muitas informações e questionamentos sobre uma matéria policial envolvendo meu nome e outras pessoas da Comunidade São João Batista de Glória D'Oeste. Lamento profundamente, sobretudo pelas famílias dos envolvidos, que os fatos sejam expostos contendo tantas meias verdades e informações desencontradas.

Restabelecendo a verdade sobre os fatos: os dois envolvidos no ocorrido são pessoas idôneas, respeitadas na comunidade e particularmente estimadas por mim. Porém, a que ocasionou o atropelamento (de acordo com o relato de testemunhas aurioculares), é um senhor que, infelizmente, passa por problemas psiquiátricos já há algumas semanas. A família e pessoas da comunidade estão, desde o início, empenhadas em ajudá-lo na superação dessa dificuldade. Antes de ser acometido por esse problema de saúde, ninguém poderia imaginar atitudes como essa vindas dele, que sempre se mostrou uma pessoa gentil e polida nos relacionamentos.

Ontem (24), de fato, ele chegou para a celebração e todos notaram que não estava em seu comportamento normal, o que causou estranheza nos presentes. Ao final da celebração ele, sem agressividade, pediu insistentemente para falar ao microfone, ao que eu não autorizei alegando que deveria falar primeiro em particular para mim e em outra ocasião falar à comunidade, se fosse o caso. Não o permiti falar publicamente para preservá-lo, pois sei que o conteúdo não seria útil aos presentes e poderia comprometê-lo gravemente. Conversamos brevemente e tudo parecia resolvido. Recolhi meu material e retornei à Porto Esperidião.

Enquanto me organizava para sair percebi que ele começou a conversar, em tom de provocação, com outras pessoas e entre essas abordagens ele chegou ao segundo envolvido, que por sua vez também é uma pessoa estimada e de reputação ilibada. Durante esse diálogo os dois se exaltaram e iniciaram uma discussão ao que o primeiro foi em direção ao seu carro e o segundo à sua casa. Enquanto esse caminhava, o primeiro envolvido veio com o carro e o jogou em sua direção (de acordo com o relato das testemunhas) ao que o segundo foi atingido e logo socorrido. Graças a Deus não houve graves danos.

Trata-se de um mal entendido que não terminou bem.

Pedimos que todos rezem pelos envolvidos e suas famílias que, no momento, sofrem terrivelmente com a situação.

Faço votos de que ambos se restabeleçam o mais rápido possível para que superemos esse desconforto tão desagradável.

Mais uma vez, lamento essas notícias de "meias verdades". Nenhum dos envolvidos tem alguma dificuldade de relacionamento pessoal ou pastoral comigo. Sou amigo, estimo e estou próximo aos dois, bem como de suas famílias, nesse doloroso momento. Notícias e comentários desse nível, só servem para desinformar e aumentar a dor dos que já sofrem.

Com a bênção,

Pe. Marcelo da Silva Ramos

Comentários

inserir comentário
0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet