Notícias / Esportes

13/01/2020 - 08:38

De Pontes e Lacerda, Wendel Jerônimo de Souza faturou o quarto lugar da Corrida de Reis

Por Jornal Oeste

Ilustração

 (Crédito: Ilustração)
Os quenianos dominaram a 36ª Corrida de Reis, realizada na manhã deste domingo (12), nas ruas de Cuiabá e Várzea Grande. Eles ocuparam cinco das 10 primeiras colocações na prova masculina.
 
Entre os brasileiros, o mato-grossense de Pontes e Lacerda, Wendel Jerônimo de Souza, faturou o quarto lugar da prova masculina, enquanto a mineira Tatiele Carvalho também ficou em quarto lugar na competição feminina.
 
Na elite masculina, a vitória ficou com o queniano Geofry Kipchumba. O segundo lugar no pódio foi ocupado por Joseph Panga, da Tanzânia. Já o queniano Edwin Kipsang ficou em terceiro.
 
Nesta 36ª edição, foram mais 15 mil corredores, de seis países (Brasil, Quênia, Uganda, Tanzânia e Eritreia) e 160 cidades de 18 estados brasileiros inscritos nas de diversas categorias. 
 
A corrida teve um novo percurso, de 10 km, cuja largada foi próximo à Ponte Nova, em Várzea Grande, com chegada na Arena Pantanal.
 
Os corredores se dividiram em pelotões. O de elite foi composto por 63 atletas, dos quais 43 homens e 20 mulheres; o VIP, por 1.650 atletas; e categoria geral, com 13.750 inscritos.
 
Também percorreram este percurso 49 portadores de necessidades especiais (cinco cadeirantes, 20 portadores de deficiência visual, 20 de deficiência física e quatro de deficiência intelectual).
 
A primeira edição da prova foi disputada em 1984, quando participaram pouco mais de 800 corredores. Já na edição seguinte, este número aumentou para 1.500, segundo a organização.
 
Desde 2005, a Corrida de Reis de Cuiabá abre oficialmente o calendário brasileiro de atletismo no país.
 
O governador Mauro Mendes (DEM) esteve presente no evento e entregou a medalha de primeiro colocado ao vencedor da prova masculina.
 
“É um evento já incorporado à nossa cultura, de repercussão nacional, que abre o calendário esportivo anual do país. Uma grande organização, que gera empregos e com todo o suporte para que os atletas (de elite ou não) possam correr. Além disso, cria uma disposição muito bacana neste início do 2020, para que possamos ter energia para os enfrentar e conquistar todos os sonhos e vitórias desejados neste ano”.

Comentários

inserir comentário
1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por MOSSUETO, em 13.01.2020 às 15:28

    Wendel, parabéns, você é jovem, tem um futuro promissor pela frente, dedique mais tempo aos seus treinamentos e com certeza, nas próximas edições com certeza, terás uma colocação muito melhor, e quem sabe fazendo frente aos Quenianos, disputando de igual para igual a primeira colocação da competição.

 
Sitevip Internet