Notícias / Politica

01/10/2019 - 09:12

Secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho mostra decisão do governo de suspender o transporte de peixe por 5 anos

Por RDNEWS

RDNEWS

 (Crédito: RDNEWS)
O secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho enfatiza que o projeto chamado por uns de Cota Zero - mas que ele define como Transporte Zero, porque o pesque e solte vai continuar – está aberto a sugestões.

Salienta que a AL será o palco deste debate e vai receber as sugestões de pescadores amadores, profissionais e de empresários. Segundo ele, o governo entende que o projeto será ampliado para se tornar melhor para MT.

Mauro acredita que, ao final, a proposta será aprovada, começando a vigorar no ano que vem. O secretário ressalta ainda a necessidade de se fazer um cadastro sério sobre quem de fato vive da pesca em MT.

O Executivo já abriu diálogo com o MPE para ter respaldo da proposta que visa suspender a pesca nos rios de MT, incluindo transporte, armazenamento e comercialização por 5 anos.  A AL segue fazendo audiências públicas.

Comentários

inserir comentário
8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por MOSSUETO, em 02.10.2019 às 09:26

    Se não proibir hoje, com certeza daqui mais alguns anos, a própria natureza vai acabar com a pesca, pois o homem vai destruir tudo, apos esse período, muita gente já deixou a profissão, a população já adaptou a consumir o peixe de criame, e com certeza, vão perder o habito de consumir peixe de rio, como foi no consumo de galinha caipira para a de granja.

  • por paulo henrique, em 01.10.2019 às 15:24

    Os pescadores profissionais???? Vão caçar rumo, caçar outro emprego... Todo mundo perde emprego um dia... Nunca pensaram que um dia o peixe ia acabar??? se vira pião...

  • por Luiz Fernando Jorge da Cunha, em 01.10.2019 às 15:04

    Audiências Públicas em Mato Grosso. Deveriam ser chamadas de "Enganação de trouxas" públicas. Tudo que teria que ser discutido já foi decidido nos gabinetes.O povo é usado para dar um ar de legalidade a imposição.

  • por Pescador Amador, em 01.10.2019 às 14:15

    * toda essa ladainha pra tornar cota zero, não passa de ser políticos com centenas de tanque com peixes e pra poder vender essa é a única opção.

  • por Marina, em 01.10.2019 às 11:03

    Apoiado. Aqui em Cáceres tem "toridadiii cipal abominando o transporte zero e a cota zero, só prá garantir "seu peixe", ou seja seu voto e ser reeleita representante cipal.

  • por Marcio Lemes, em 01.10.2019 às 10:36

    Infelizmente se não tiver uma medida como essa nosso peixe vai acabar, assim como já aconteceu em outros rios do país. Tem que dar um "tempo" para os peixes se recuperarem.

  • por Cícero Irajá Kurtz filho, em 01.10.2019 às 10:26

    E como vai ficar os pescadores que vivem desse seguimento ? Vão dar tanques redes a eles para sobreviver ? Qual vai ser a ação social para essa categoria ?

  • por SURICATO, em 01.10.2019 às 10:08

    fazer audiências públicas para que se a proposta já tem sua aprovação garantida? segundo Mauro...

 
Sitevip Internet