Notícias / Polícia

21/09/2019 - 10:14

Padrasto é preso por abuso de menos em Cáceres

Por Pedro Miguel

Policia Civil

 (Crédito: Policia Civil)
Nesta sexta feira, 20/09, a delegacia especializada da defesa da mulher, com apoio da delegacia regional de Cáceres,  deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra um homem de iniciais A.N.L. de 30 anos, (sem camisa), ele, acusado de abusar sexualmente de sua enteada, hoje com 14 anos.

A prisão do suspeito se deu em uma propriedade rural localizada no distrito de Nova Cáceres (SADIA).

Segundo a Dra. Judá Maali, titular da delegacia especializada da defesa da mulher, a mãe da vítima procurou a delegacia para denunciar o abuso na data de 05/09/2019, na ocasião, a mãe, acompanhada da vítima, disse que a menor teria passado mal na escola onde estuda, ali mesmo no distrito, com isso, ela (mãe), foi chamada até a unidade de ensino e lá, a coordenadora pediu que a mesma levasse sua filha em um médico, porém, não informou o motivo.

Após isso, ela levou sua filha ao pronto atendimento médico, onde ela sentia febre, dor de cabeça, diarreia e vômito e que sua filha, após uma palestra que ocorreu na escola, com membros do conselho tutelar e assistente social, porém, não havia confessado que havia sido estuprada pelo seu padrasto.

A vítima contou em seu depoimento que o seu padrasto começou os abusos quando a mesma tinha 10 anos, a conduta consistia em passar as mãos em seus seios e na vagina e na primeira vez que isso aconteceu ocorreu sangramento, que a primeira vez aconteceu quando o seu padrasto lhe levou na escola em sua moto, mas no caminho ele parou na estrada e disse que iria "mijar", depois começou a passar as mãos em sua partes íntimas, nisso, ela disse que iria gritar, então, o suspeito parou com o ato e a deixou no ponto do ônibus escolar, mas quando chegou em casa, depois da aula, a mesma não contou para sua mãe, disse ainda que em certa ocasião estava dormindo em seu quarto e acordou com o suspeito passando a mão em suas partes íntimas, embora a mesma pedisse para ele parar, o padrasto continuou e em outra data o suspeito lhe agarrou, lhe jogou no chão e ficou em cima dela, apenas saiu quando a mesma mordeu seu braço, em seguida pegou uma faca e o ameaçou para que o mesmo parasse com os abusos.

A menor disse ainda que o último abuso aconteceu em agosto deste ano (2019), que o suspeito ainda lhe deu presentes em contrapartida aos abusos sexuais.

A mãe da vítima contou também que certa ocasião a sua filha lhe contou que o seu padrasto teria mostrado o órgão genital para ela, mas quando ela (mãe) perguntou sobre o fato o suspeito negou, desde então, ela ficou desconfiada e passou a observa-lo, mas não conseguiu ver nada.

Que o padrasto á partir da, passou a sentir ciúmes de sua filha, não deixava a mesma conversar com ninguém pelo celular, chegando ao ponto de esconder o aparelho da mesma.

A mãe ainda contou que após isso, pediu para que sua filha contasse o que estava acontecendo, pois a mesma estava muito triste, que procurasse alguém de confiança e relatasse os fatos, foi ai que ela procurou o coordenador da escola e disse que estava sofrendo abusos por parte do seu padrasto.

Diante da situação a Dra. Judá Maali, representou pela prisão do suspeito, que imediatamente foi decretada pela justiça e nesta data teve o mandado cumprido.

Na ocasião da prisão do suspeito, o proprietário do sítio, (onde o suspeito trabalhava e morava), também foi encaminhado pra delegacia pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Comentários

inserir comentário
1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por O povo, em 21.09.2019 às 12:28

    Cadeia prolongada no meio dos preso que adora estuprador de criança sem dó pra esse cabra

 
Sitevip Internet