Notícias / Futebol

25/05/2019 - 09:34

De Mato Grosso para o mundo: jogadora faz sucesso no Benfica em Portugal

Por RD News

A cereja no topo do bolo". Desta forma, representantes do time português Benfica classificaram a contratação da mato-grossense Ana Vitória Kliemaschewsk, 19 anos, para a equipe feminina do clube. O talento e a habilidade da jogadora têm chamado a atenção nas partidas do grupo desde janeiro, quando a jovem, nascida em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá), chegou ao time.

Para Ana Vitória, o amor pelo futebol é algo inexplicável. “É um sentimento que vem desde que me entendo por gente”, diz a jovem, que é meio-campista. O pai dela, o produtor rural e advogado Valdemar Nestor, explica que, desde os três anos, a garota demonstrava o amor pelo esporte. “Ela ficava no quintal de casa jogando a bola na parede e assistia sozinha às partidas de futebol”, relata.
O interesse da garota pelo esporte chamou a atenção dos pais, que a levaram para uma escolinha de futebol aos cinco anos. “Sempre gostei de esporte. Meus pais viram que eu tinha essa vocação e me incentivaram”, conta Ana.

Ana Vit�ria Kliemaschewsk

Aos oito anos, ela começou a treinar no Rondonópolis Esporte Clube, onde logo entrou para a equipe do time. “Com 11 anos, subi para a categoria de base do clube”, relata. Aos 13, foi convocada pela primeira vez para a categoria sub-17 da Seleção Brasileira. “Depois que fiz 17 anos fui para a categoria sub-20, onde estava até ano passado. Neste ano ainda não houve convocação”.

O talento de Ana Vitória nos primeiros anos de seleção fez com que ela fosse contratada pelo Corinthians, há dois anos, para atuar na categoria sub-17 do clube. No início deste ano, a jovem embarcou para Lisboa, em busca do sonho de ser reconhecida mundialmente pelo talento com as bolas.

Em entrevista ao site português Record, na época da contratação de Ana Vitória, o vice-presidente do Benfica, Fernando Tavares, comemorou a contratação da jovem. "Sempre esteve no topo da nossa lista e hoje encerra-se o ciclo de contratações que se iniciou em julho passado. A Ana Vitória é a cereja no topo do bolo e, sem ela, este projeto não estaria totalmente completo", afirmou o dirigente.

No último sábado (18), o Benfica, que compõe a segunda divisão do futebol feminino, venceu o Campeonato Português de sua categoria e levou a disputada Taça de Portugal de Futebol Feminino. Para Ana, a premiação representou o início de futuras vitórias em sua carreira. “Quero continuar tendo destaque no futebol e com bom rendimento”, pontua.

Talento nos pés

Ana Vitória considera que vive o momento mais importante de sua trajetória. Ela conta que a mudança de país não a afetou na nova fase da vida. O maior problema, segundo a esportista, tem sido a saudade dos pais e dos dois irmãos. “Minha maior inspiração é a minha família. Eles me dão força para conquistar meus objetivos”, comenta.

Os pais sempre frisaram a importância de a jovem aliar os estudos com o esporte. Ela concluiu o ensino médio e sonha em fazer um curso superior. No entanto, não definiu a área que quer seguir. “Ainda estou decidindo”, comenta.

A atleta pontua que o clima em Portugal não prejudicou seu desempenho com as bolas. Ela afirma que tem se adaptado bem ao local e aos costumes. “Foi tudo tranquilo. Dos países da Europa, penso que seja o com o clima mais tranquilo. Fora isso, todas as diferenças são positivas”, diz. A jovem confessa que, ao menos por enquanto, não tem sentido saudades do Brasil. “Estou feliz aqui e completamente focada nos meus objetivos”, diz.

Jogadora Ana Vit�ria nutre amor pelo esporte desde pequena
Em relação ao retorno financeiro que obtém como jogadora, ela é enfática: não comenta sobre valores. “O futebol é meu trabalho e sou remunerada por isso”, limita-se a dizer.  

A rotina atual de Ana tem sido de intensos treinamentos diários no Benfica. No time, há outras brasileiras. A mato-grossense ressalta que o futebol feminino tem ganhado cada vez mais espaço em todo o mundo.

“É uma modalidade em crescimento. Não acho que seja inferiorizado em relação ao masculino, porque não faço essa comparação. São realidades diferentes, então é injusto comparar neste momento”, afirma.

“Acredito que o futebol feminino vai ganhar cada vez mais visibilidade e vai atingir um bom patamar”, completa.

Comentários

inserir comentário
1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Marionely Viegas, em 25.05.2019 às 17:39

    Ana Vitória orgulho de nossa família Desde pequena demonstrava esse talento. Ana seu avô lá do céu esta muito feliz com seu sucesso. Parabéns prima Ana Vitória K. Araújo

 
Sitevip Internet