Notícias / Polícia

29/04/2019 - 07:39

Homem mata a ex-mulher a pauladas em Cáceres

Por Joner Campos

Sabino Guia da Silva de 52 anos, acusado de assassinar sua companheira, Dilma Maria Ribeiro, de 50 anos, com golpes de facas e pauladas, foi preso poucas horas após o crime, neste domingo (28), em Cáceres (223 km de Cuiabá).

Investigadores da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, encontraram o suspeito na casa de parente no bairro Jardim Planalto.

O crime foi praticado neste domingo, 28, por volta das 9h, no bairro Espirito Santo.

A vítima encontrada pela sua filha as 11h15, após sua mãe não aparecer em casa, ela então resolveu procurar na residência do seu pai no bairro Espírito Santo, onde encontrou a sua mãe já sem sinais vitais.

A sua mãe estava separada do seu pai a pouco mais de um ano, e justamente pelo motivo da violência doméstica que sofria constantemente.

LEIA MAIS

Conforme a Delegada da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM), Judá Maali Marcondes, várias testemunhas foram ouvidas, para que fosse encontrado o suspeito.

“Diligenciamos por toda cidade, com intuito de prender o suspeito de feminicídio. Assim, algumas testemunhas nos indicaram o esconderijo, nos deslocamos ao local e encontramos o suspeito sentado e fumando tranquilamente”, destacou.

"O mérito é de Deus que nos conduziu no caminho certo dando uma resposta rápida seguindo tirocínio policial", afirmou o investigador que este na deligência, Sérgio Pereira.

Sabino Guia da Silva foi preso ainda em flagrante delito. Foi apreendido a faca utilizada no crime, assim como as roupas com manchas de sangue utilizada pelo suspeito.

A arma do crime e as roupas serão submetidos à perícia técnica.

Durante o interrogatório aos investigadores, o suspeito confessou o crime.
 
VEJA COMO FOI
 
Conforme informações da Polícia Militar (PM) no local, estava a filha da vítima Sabrine Guia Ribeiro de 18 anos, que afirmou aos policiais que sua mãe teria saido hoje por volta da 9h, após seu pai Sabino Guia da Silva de 52 anos que havia avisado que era para pegar o valor da pensão dos seus irmãos menores.

Por volta das 11h15, após sua mãe não aparecer, ela então resolveu procurar a casa do seu pai no bairro Espírito Santo, onde encontrou a sua mãe já sem sinais vitais.

A sua mãe estava separada do seu pai a pouco mais de um ano, e justamente pelo motivo da violência doméstica que sofria constantemente.

Ainda de acordo com a jovem, o seu pai já havia dito que iria matar a sua mãe outras vezes.

Conta a filha, que encontrou o corpo de sua mãe no chão da sala com a barriga e o rosto virados para o chão e com a camiseta rasgada, e caída com dois cortes nas costas. E que no chão da sala avistou um pedaço de pau sujo de sangue e também avistou um carnê de recibo dos pagamentos de pensão que seu pai guardava após o pagamento das pensões.

De acordo com a Delegada da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM), Judá Maali Marcondes, “É um crime bárbaro e inaceitável, vez que um homem retirou a vida de uma mulher, mãe de 5 filho, simplesmente, porque esta não quis mais conviver com ele. O assassino não respeitou a decisão da companheira, passou a  ameaçá-la constantemente até matá-la. Infelizmente, o machismo é um fator social que objetifica a mulher, desconsiderando sua vontade, liberdade, e vida. Comportamento inadmissível no mundo contemporâneo. Não iremos permitir que este crime fique impune!”, destacou

A perícia técnica foi acionada e deverá em breve soltar o laudo da causa da morte da senhora.

Uma equipe da polícia civil, assumiu o local de crime, e começa a investigar as motivações do crime e buscará a prisão do suspeito do ato bárbaro.

O velório da vítima acontece na residência de familiares na Avenida Getúlio Vargas, nas proximidades do antigo Tutu Pizzaria e o sepultamento no cemitério Parks dos Ipês.

Comentários

inserir comentário
0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet