Notícias / Cidade

06/12/2018 - 11:23

PM fará despejo de ocupantes da rodoviária velha de Cáceres

Por Sinézio Alcântara

Expressão Notícias

 (Crédito: Expressão Notícias)
O Instituto Previdenciário de Cáceres (Previ-Cáceres) dispõe de propostas para projetos de viabilidade econômica – a serem deliberados pelo Conselho de Gestão – para serem implantados no antigo terminal rodoviário da Avenida Sete de Setembro, a conhecida “Rodoviária Velha”. A direção da “Previ” aguarda apenas a desocupação para decidir que destino dará ao imóvel. A informação é da diretora do instituto Luana Ortega Piovesan. A reintegração de posse, em favor do município, foi determinada pelo juiz Ricardo Alexandre Riccielli Sobrinho, no dia 1 de março.  O comando da PM diz que está fazendo um estudo para preparar a lojista da operação.

O imóvel foi transferido à Previ-Cáceres em 2012 no final da gestão do então prefeito Tulio Fontes, como pagamento de contribuição previdenciária dos servidores referente aos exercícios de 2011 e 2012, no valor de cerca de um milhão e duzentos mil reais. Contudo, após conclusão de auditoria realizada por fiscais da Previdência Social, na primeira gestão do prefeito Francis Maris Cruz, recomendou-se que a quitação da dívida não poderia ser feita por meio de transferência de bens, direitos e ativos, ou seja, imóvel. A recomendação é no sentido de que os recursos previdenciários mensais não devem restar imobilizados.

Se isso fosse permitido, o caixa da previdência não teria fluxo de recursos para cumprir o pagamento de pensões e benefícios a seus filiados. Essa foi a conclusão de auditoria sobre a forma da administração anterior que não havia repassado as contribuições da Previ-Cáceres nos exercícios de 2011 e 2012 e só final do ano entregou a rodoviária em pagamentos dos aportes anuais.Resultado disso foi que no começo da primeira gestão do atual prefeito a dívida teve que ser renegociada em 120 parcelas mensais que vem sendo quitadas com regularidade, restando apenas cinco parcelas para o integral cumprimento desta obrigação.

Indagada quanto ao imóvel, a gestora esclareceu que ele permanece como patrimônio da Previ-Cáceres, para fins de investimentos. E, neste momento, segundo ela, o atual prefeito está regulamentando a transferência com objetivo de amortizar o déficit atuarial, ou seja: os compromissos futuros da previdência municipal, conforme determinação da subsecretaria de RPPS do Ministério da Fazenda. Esclarece ainda que, após regularizar a transferência, por lei, além da desocupação do prédio, a Previ-Cáceres, publicará uma “Chamada Pública” para regularizar a ocupação do espaço público, até a propositura de projeto de viabilidade aprovado pelo Conselho de Gestão e Poder Executivo.

Diretor da empresa Horizonte Engenharia Ltda, Marlon Brandt Pinheiro diz que não se opõe a desocupação, desde que os ônibus também façam o embarque e desembarque no terminal rodoviário “José Palmiro da Silva” no bairro Cidade Nova. O contrato de exploração dos serviços de embarque, desembarque e do comércio, no interior do novo terminal é datado de 2004.

Comentários

inserir comentário
10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Legião Urbana, em 07.12.2018 às 15:59

    Não vejo a necessidade de dois Terminais Rodoviário em uma cidade com Cáceres, pois nem a capital que é bem maior têm dois terminais. Porém, se é pra mudar definitivamente para o novo/velho terminal que seja dado as devidas condições de acesso ao mesmo.

  • por Rodrigo Brasil, em 07.12.2018 às 01:52

    Fernando e arodrigo Cáceres só vejo nestes comentários quem nunca usou ônibus para ir estudar ou trabalhar, afinal ônibus no centro da cidade só o circular e não ônibus de linha, e quanto a pensar que Cáceres pode melhorar não é empolgação, é necessidade de mudança e querer sair da zona de conforto, do conformismo é querer ver Cáceres evoluir e melhorar como nestes 6 últimos anos e como vai continuar melhorando, querendo gostem ou não!

  • por Santos, em 06.12.2018 às 22:37

    Sem comentários ....mas empregos?ou desemprego....deixar a cidade mais bonita?deve ser político para fazer esse comentário absurdo...sem noção...

  • por Humberto, em 06.12.2018 às 17:55

    Dependendo do local onde se mora, uma ida e vinda de táxi saindo ou chegando à "rodoviária" Palmirão, equivale ao preço de uma diária -ou mais- de um trabalhador comum. Com a PEC da morte em vigência, com o tempo, ficará mais caro a corrida de táxi do que a passagem do ônibus.

  • por Legião Urbana, em 06.12.2018 às 17:36

    Ajudaria e muito os Ônibus circulares, porém já esta na hora deles serem melhores identificados, informando o valor da tarifa, assim como qual a rota ele faz e pontos de parada com abrigo, pois acretito que não só eu como outros cidadãos não usufruem deste serviço devido a falta destas simples melhorias. Cadê os vereadores que não vêem esses esses detalhes, estão todos ocupados distribuindo moções?

  • por joao lucas, em 06.12.2018 às 15:53

    Prefeito é louco mexer terminal rodoviário do centro onde facilita a vida de toda a população de caceres e cidade vizinha , sem falar que tem empresa que construiu sala de espera Com ar condicionado, sem ajuda do município , tirar a rodoviária do centro vai está tirando acessibilidade da população de caceres e cidades vizinhas , exemplo um cidadão que mora no distrito do caramujo vem a caceres fazer suas compra paga no bilhete de passagem 11.15 ai ele desembarca no terminal novo onde para vim ao centro ele terá que pagar 30 reais e mais 30 reais total de táxi 60.00 e de passagem 22.30 sem nexo isso caceres vai ficar inviável para pessoas deste dristrito vim gastar seu dinheiro com isso a município perde os comerciantes também não só deste distritos vários outros distritos cadê câmara dos vereadores para se posicionar a favor da população, prefeito vomos preocupar mas com as avenidas de caceres e bairro que estão cheios de buracos pq daqui um dia teremos que andar de cavalo pq cidade tá tomada por buracos sem condições de andar de carro ou moto.

  • por joao, em 06.12.2018 às 13:27

    Apenas queria saber o que irão fazer com isso ai ? Derrubar tudo e construir o que? com que dinheiro? E a cidade tem mais buraco do que habitantes!

  • por RODRIGO CÁCERES, em 06.12.2018 às 13:22

    POIS É QUANDO VEJO UMA PESSOA FALANDO DESSE JEITO, É PORQUE NÃO DEVE CONHECER AS PESSOAS QUE PRECISAM DE ÔNIBUS PARA SE LOCOMOVER, E PRINCIPALMENTE NESTA CIDADE MAL PANEJADA, QUE A RODOVIÁRIA NOVA FICA A DISTÂNCIA DO CENTRO DA CIDADE. TEMOS QUE FACILITAR O ACESSO DAS PESSOAS NÃO DIFICULTAR.

  • por Fernando, em 06.12.2018 às 13:19

    Tomara que arrume aquele lixao de tijolos que chamam de " rodoviária nova " que está caindo aos pedaços. E Rodrigo Brasil, quanto está sua empolgação agora entendi o pq Cáceres tem os políticos que merece! Infelizmente !

  • por Rodrigo Brasil, em 06.12.2018 às 12:08

    Ainda bem... não vejo a hora de desocupar aquela rodoviária, além de deixar a cidade feia só causa transtorno com os ônibus entrando na São João pela contra-mão. A cidade ganha mais empregos com a desocupação, comércios vão se estabelecer ao lado da "rodoviária nova", taxistas, moto-taxistas vão aumentar sua renda, transportes de cargas vão contratar mais motoristas, as oficinas terão mais movimentos, as linhas de ônibus circulares da cidade vão começar a fazer sentido...

 
Sitevip Internet