Notícias / Futebol

16/09/2018 - 10:10 | Atualizado em 16/09/2018 - 10:13

De Cáceres, Chicão decide final do Brasileirão da Série C pelo Operário (PR)

Por Luiz Esmael

Nascido na cidade de Cáceres, o volante Chicão é um dos principais jogadores do Operário de Ponta Grossa na campanha do acesso à Série B do Campeonato Brasileiro do próximo ano. Versátil e ao mesmo tempo marcador implacável, o jogador construiu sua carreira fora de Mato Grosso após ter se destacado no Cacerense.

Ele fez parte do time comandado na época pelo técnico Marcos Birigui nas conquistas da extinta Copa Governador em 2006 e do Campeonato Mato-grossense de 2007. Se transferiu para o futebol do Rio Grande do Sul onde defendeu o Novo Hamburgo por duas temporadas.

Já no ano de 2009, Chicão teve a experiência de defender um clube de Mato Grosso sem ser o Cacerense. Ele foi contratado pelo Mixto para defender o clube no Campeonato Brasileiro da Série C daquele ano. Ele fez parte do projeto sem sucesso da diretoria alvinegra presidida por Éder Moraes, que teria contratado também jogadores do nível de Alex Dias e Finazzi.

Chicão tem uma carreira recheada de conquistas. Além dos títulos pelo Cacerense, ele também ajudou na ascensão da Chapecoense em 2012 da Série C para B. Por ironia do destino, o feito foi em cima do Luverdense em pleno estádio Passo das Emas. Mais uma vez Chicão terá pela frente um clube do estado em que nasceu. Enfrentará o Cuiabá na melhor de dois jogos.

Neste duelo pelo título de campeão da Terceira Divisão do Nacional deste ano, o jogador reencontrará o técnico Itamar Schulle com quem trabalhou no próprio Operário. Ambos sagraram-se campeões estaduais com o Fantasma em 2016 e também obtiveram a inédita classificação à Série C com a conquista da Quarta Divisão de 2017.

O primeiro jogo da final do Brasileirão da Série C será hoje, 16, as 14h30 (horário de Mato Grosso), entre Operário e Cuiabá no estádio Germano Kruger.

O jogo será apitado pelo gaúcho Leandro Vuaden, que terá auxílio de Jorge Eduardo Bernardi e Leirson Peng Martins e do quarto árbitro Roger Goulart, todos da Federação Gaúcha. O quinto árbitro será o paranaense Weber Felipe Silva.

Comentários

inserir comentário
0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet