Notícias / Brasil

19/05/2018 - 11:48

Motoristas passam até 12 horas em fila para abastecer com gasolina a R$ 2,50 em Campo Grande, MS

Por Ricardo Freitas, G1 MS

Rodney Junior/Divulgação

 (Crédito: Rodney Junior/Divulgação)
Na madrugada deste sábado (19), a fila já era grande para abastecer com gasolina a R$ 2,50 em um posto próximo a Base Aérea de Campo Grande. O combustível com valor bem abaixo de mercado é uma forma encontrada para protestar contra a alta carga tributária no país. A ação batizada de Feirão do Imposto, foi promovida pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje).
 
"O importante é frisar que não é desconto ou promoção, é para conscientização do cidadão. Para que ele veja o quanto nós brasileiros pagos de tributo, é um absurdo", disse Rodney Junior, cooordeanor estadual Feirão do Imposto.
 
Os primeiros motoristas chegaram no posto de combustíveis nesta sexta-feira (18), por volta das 20h (de MS). Eles passaram a madrugada inteira em uma fila que se estendeu pela avenida Duque de Caxias. Como a procura foi grande, senhas foram distruídas. Os organizadores calculam que 250 pessoas abasteceram com a gasolina a R$ 2,50.
 
No total, foram vendidos 5 mil litros de combustível com dedução de 45% dos impostos. O preço normal praticado no posto onde foi feita a ação é de R$ 4,19. Cada motorista ganhou o direito de colocar no máximo 20 litros.
 
O Feirão do Imposto ocorre neste sábado, simultaneamente em mais 100 cidades do país, entre elas: São Luís (MA), Maringá (PR), Goiânia (GO), e Florianópolis (SC) e Rio Branco (AC). Concesssionárias de veículos, fármacias, academias e pizzarias e outros segmentos comerciais também participam da ação.

Comentários

inserir comentário
3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Luciana, em 19.05.2018 às 18:42

    Jr e leandro está certo, enquanto todos engolirem esse tipo de coisa estaremos veneráveis a mais e mais e mais e mais aumentos, bancamos políticos pançudos e ainda temos que sofrer com aumentos abusivos, e ainda tem alguns que vem aqui com cara de pau nessa época fazer pokticagem de campanha sem vergonha

  • por Leandro, em 19.05.2018 às 14:31

    Elegemos governantes para dar como resultado isso. Ninguém faz nada, o sentimento de incapacidade toma conta, políticos só olham os próprios umbigos. Está difícil, enquanto a população ficar passiva do jeito que está a coisa só irá piorar, enquanto a população não quebrar o pau de acordo a coisa não irá mudar, não muda isso, não mudará essa política porca, os políticos onteresseiros, não mudará nossa cidade, estado e país. A população terá que começar a quebrar tudo para que as coisas mudem ? Pq já sabemos que o voto não é e nunca foi arma alguma, pq políticos são iguais cameleões, mudam conforme a época, às vezes ovelhas, outros lobos e outros urubus carniceiros do demônio fazendo a população passar por tanta coisa igual Passa. Esse povo não é e nunca foi coisa de Deus !

  • por Jr, em 19.05.2018 às 12:27

    Alguma coisa temos que fazer lá se for contar com políticos m, só prestam para isso, aumentar para beneficia-los com desculpa que é conduta da petrobras, é conduta da petrobras mais quem toma até encostar sempre somos nós o povo. Disk aí a petrobras é brasileira. Tá bom! Enquanto isso vendem combustível para bolivia a troco de moedas. Nossa pátria é uma mãe, para os outros, com os mandos e desmandos desses cara de pai de políticos meia boca que não sabem governar nem a casa desenho

 
Sitevip Internet