Notícias / Direto da Fonte

05/03/2018 - 09:11

Retrato

Por Da Redação

Enviar para um amigo Imprimir
O Caloteiro do governador Pedro Taques (PSDB), que está em Cáceres desde sexta-feira, 2, está experimentando na pele o desgaste de um mandato fatídico que já entrou para a história como o pior do Estado. Diferente de 2014, quando arrastou uma multidão e as principais forças políticas da cidade, durante passeatas e pedaladas que o levaram ao governo com 57% dos votos, ele tem andado tranquilamente por Cáceres, inclusive fora da agenda política, e está simplesmente sendo ignorado pela maioria da população. Para piorar a situação, a única obra lançada em seu governo na cidade é de péssima qualidade e foi inaugurada inacabada, inclusive infringindo uma lei local, que proíbe a inauguração de obras inacabadas. Mas, tenho que fazer justiça com o ‘Mini Collor’, ele não governa sozinho. Ele se cercou de incompetentes como o jornalista Kleber Lima e sua equipe de adjuntos Secretaria de Comunicação. Para vocês terem uma ideia do nível de incompetência desse pessoal, é que na semana passada por conta da vinda do governador à Cáceres, um adjunto da Secom ligou para os veículos de comunicação da cidade, que estão devendo há quase dois anos, para dizer que finalmente iam pagar o que devem. Inclusive afirmaram que o pagamento sairia na véspera da chegada do governador. Cientes que não receberíamos, porque estamos lindado com maus-caracteres, a maioria esmagadora dos veículos não cobriu nenhuma ação do governo, especialmente a política Caravana da Transformação e a inauguração da reconstrução da Avenida Tancredo Neves.
 
Frente Popular
 
Em função da inviabilidade eleitoral do atual governador, blocos consistentes já estão se formando para disputar as eleições de outubro próximo. Depois dos golpistas liderados pelo Campos e pelo ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, agora surge um projeto alternativo de esquerda. Tendo o deputado Zeca Viana (PDT), como candidato a governador, a Frente Popular, já atraiu o PT e o PC do B e poderá atrair outras siglas como o MDB, PSB, PR e o PTB.
 
Debanda
 
A publicação de uma notícia neste final de semana dando conta da ida do deputado estadual doutor Leonardo (PSD) para o Solidariedade para ser candidato a deputado federal, provocou reações imediatas em Cáceres. O médico Félix Alvares revelou a Coluna que se isso for verdade, a desfiliar a família e seu grupo político. O motivo que pode levar a debanda da maioria dos filiados é o fato de Leonardo e seu grupo terem traído a Frente Popular na eleição municipal.
 
Definições
 
A medida que se aproxima o fim do prazo para filiações e troca de partidos para eleição deste ano, as principais forças da cidade, que vão encarar a disputa, começam a definir de que lado vão estar. Recentemente o deputado estadual Adriano Silva (PSB), anunciou que vai para o DEM com Mauro Mendes. O ex-prefeito Túlio Fontes (PSB) está dividido entre o PDT e o PTB.  Já o prefeito Francis Maris (PSDB), confidenciou ao governador Pedro Taques que não será candidato a nada e terminará o mandato. O prefeito inclusive se ofereceu para coordenar regionalmente a eventual candidatura de Taques a reeleição.
 
Minoria
 
Como venho alertando neste espaço, o prefeito de Cáceres, Francis Maris (PSDB), por conta da sua falta de habilidade política e da maioria da sua equipe, está perdendo a maioria na Câmara de Vereadores. Depois de Cézare Pastorello (PSDB), agora foi a vez dos vereadores Elza Bastos (PSD) e Valter Zacarkim (PTB), anunciarem que não fazem parte da base do prefeito. Agora só resta ao prefeito os votos de Rubens Macedo (PTB), Valdeniria Dutra Ferreira (PSDB) e Claudio Henrique (PSDB). Daqui por diante, se Francis quiser impor algo vai ter que negociar com a ala ‘murista’ formada por 8 parlamentares.

Comentários

inserir comentário
9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por sergio, em 10.03.2018 às 19:42

    Penso que a Administração de Cáceres não vai bem, mas vcs que criticam tanto a atual administração querem as volta da Oligarquia dos FONTES DOS LACERDAS DOS HENRY, me desculpem mas se pensam nesse pessoal isso é um retrocesso.

  • por Joed Luiz, em 06.03.2018 às 10:49

    O sistema político brasileiro chegou ao alto nível de putrefação. Imaginem em que grau de putrefação institucional que este país atingiu. A promiscuidade entre os Três Poderes chegou mesmo ao fundo do poço. Então caro Orlandir, o problema maior não está nos candidatos, mas sim no sistema e vossa senhoria sabe muito bem sobre o assunto.

  • por ORLANDIR GONCALVES CAVALCANTE, em 05.03.2018 às 23:41

    O que Caceres deseja mesmo? Alguem dos "comentadores" ja se perguntaram? Quem deverá ser ouvido para construir uma plataforma politica para Caceres? Qual o projeto de Cáceres que se ´retende pela frente? Fica esta lenga lenga de eleger este ou aquele deputado. Batem na mesma tecla. Os politicos que saem de Cáceres se dizem "por Cáceres" mas na verdade possuem plataformas pessoais e familiares. Não vejo nos postulantes que se apresentam nenhum que encarne algum projeto politico.Nossas representatividades são tão ruins que nem sequer plataformas de grupos conseguem fazer. Quando surge algum grupo que se propõe a discutir vem os traidores, oportunistas e promovem fissuras.

  • por João Cacerense, em 05.03.2018 às 18:54

    Graças a Deus Francis não irá se candidatar, já chega, já deu o que tinha que dar. O slogan de sua campanha paixão em administrar não condiz com a realidade em que se encontra nossa querida Cáceres é não refletiu a realidade desta administração em nada, kkkkk... O Doutor Leonardo também já deu, tá só pulando de galho em galho. Afffssss a política precisa de gente nova, de gente de verdade, não desse povo rico que acha que sabe representar a população. É para acabar, cada coisa.

  • por Junior1, em 05.03.2018 às 14:41

    1- está sendo recepcionado pelos lambedores de plantão que cáceres proporciona, e olha que tem uma penca hein?? Inaugurar o que não terminou a tal obra ?? caravana da ilusão, foi o que o povo que meteu voto nele recebeu. Dos lambedores, só digo uma uma coisa: SÓ LAMENTO ! 2- Siglas só servem para eleger um dos conjuntos para que né ? Pq na hora de unirem para resolverem problemas, dedo no rego do povo ! 3- Queria saber pq meu Deus ! Pq ??? Pq quem nunca fez nada quer se recandidatar? O que passa na cabeça doente desse povo desnecessário? Dinheiro, salário ? 4- Vereadores ao meu ver, pelo menos a maioria, não passam de enfeites e para pesar folha de pagamento, no mais ..... nem existem!! Falar em enfeites, está fase que passamos da nossa esquisita, estranha e incompreensível política da politicagem, é uma fase que não fazem e como propaganda falam que fizeram, e a política de obras, trabalhos, resultados de vento! Não fazem mais querem o mérito, não fazem e querem os votos, não fazem e não querem ser cobrados! Existe claro os lambedores, os também chamados parasitas, que andam na cola e não batem a real, que aqui, pelo menos aqui em cáceres, não colam mais as mentiras !

  • por joao, em 05.03.2018 às 14:04

    Concordo com o OTIMISTA! Caso continue a sim não irei votar em nenhum deputado que saira na cidade pois nao tem culhões para serem conforme 2 vereadores estao querendo sair. O prefeito poderia sair para Deputado Federal!

  • por servidor público perseguido, em 05.03.2018 às 11:51

    bom dia senhor Gonzaga, o senhor Fráncis Máris so não sairá candidato por que sabe que terá seu mandato CASSADO tanto na OPERAÇÃO FIDARE como no CASO DA NOMEAÇÃO de uma Conselheira de Saúde para exercer cargo comissionado, o que é vedado por lei municipal, em ambos os casos por IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA e POR SER RÉU CONFESSO. e o pior ainda senhores e senhores, e que o senhor Prefeito ainda continua cometendo o mesmo crime de improbidade adminsitrativa, pois nomeou em janeiro/2018 a mesma pessoa do caso anterior para cargo comissionado de gerente/CTA/SAE, e continua usando o recurso federal de Agente de Endemias para complementar o subsídio do referido cargo comissionado, o que também é vedado por lei, pois a pessoa em comento não é servidora pública, e ja abandonou o contrato de trabalho a muito tempo. vem mais um processo por ai ao que parece senhor Fráncis. com a palavra o Núcleo de Ações de Competência Exclusiva do Ministério Público - NACO MT. vai Vendo

  • por Otimista, em 05.03.2018 às 10:43

    O Prefeito Francis está perdendo oportunidade de não lançar a candidato, seja deputado federal ou senador, pois é o momento, tudo está favorável, não temos representante a altura em nossa região. Reflita.

  • por Joed Luiz, em 05.03.2018 às 10:41

    A administração pública foi triturada, por gestores incompetentes e corruptos, e agora afunda no mar revolto da corrupção generalizada. Fazendo da população, não só de vítima, mas também cúmplice de todos os desmando vigente no país.

 
Sitevip Internet