Notícias / Direto da Fonte

22/01/2018 - 12:47

Decepção

Por Da Redação

Enviar para um amigo Imprimir
No ano em que termina seu mandato, o deputado estadual doutor Leonardo (PSD), que certamente não se reelegera, vai encerrar prematuramente sua carreira política decepcionando a população cacerense, que ficou quase três décadas sem um representante na Assembleia e depositou nele toda sua esperança. O jovem médico de fala mansa e carinha de anjo, só precisou de um status para mostrar que na verdade o filho de fazendeiro com diploma de medicina é um lobo em pele de cordeiro. E antes de acabar o mandato ele ainda vai dar uma demonstração de como ser um político profissional da pior espécie. Vai colocar recurso público para bancar shows gratuitos durante o Festival de Pesca de Cáceres em junho, em ano de eleição. Em agosto também vai por nosso dinheiro para abrir os portões no último dia da ExpoCáceres. Enquanto isso, o seu setor, a saúde da região, mergulha no caos. O governo que ele defende, vai terminar sem cumprir a promessa de concluir a ZPE, a MT 343 e a reforma do aeroporto Nelson Dantas e da Sete de Setembro. O Pedro Henry tinha razão quando o analisou um dia após a eleição. ‘Político de um mandato só, um fiasco’.
 
Bingo
 
Conforme venho escrevendo a tempos neste espaço, o vice-governador Carlos Fávaro do partido de Leonardo, já articula descaradamente para passar a rasteira no governador Pedro Taques (PSDB) e ser o candidato da situação em outubro próximo. Através de interlocutores já está assediando candidatos inclusive em Cáceres. Na minha avaliação, o Carlão Gogó na verdade só está valorizando o passe para ser o federal mais do Estado. Quem controla o jogo é o cara que tem bala na agulha, o dono do Estado. É Blairo Maggi (PR) quem vai indicar o próximo governador. O favorito na minha modesta leitura, é Mauro Mendes (PSDB), uma versão melhorada do prefeito de Cáceres, Francis Maris (PSDB).
 
Ditadura
 
Quando eu falo que o milionário prefeito de Cáceres, Francis Maris (PSDB), é um ditador, seus baba ovo, ficam todos de cara feia, mas suas atitudes só confirmam o que digo em forma de crítica política. O último exemplo disso, foi a polêmica em torno do contrato da empresa responável pela coleta de lixo. A vice decorativa e o diretor executivo da SAEC não conseguiram resolver o assunto de forma a manter a qualidade do serviço. Mas quando o dono da cidade voltou das férias, só precisou de horas para resolver a questão importante. Ai vocês me perguntam, Eleine Liberato Dias (PSDB) e Paulo Donizete não resolveram o problema porque não quiseram e não tem capacidade? Não. Porque quem resolve tudo na prefeitura e dá a última palavra é o ‘última bolacha do pacote’.
 
Unemat
 
O vice-reitor Ariel Lopes Torres é mais um candidato a reitor na eleição da Unemat prevista para junho. Uma fonte da Coluna afirmou que ela já joga sujo ao usar assessores remunerados e a estrutura da universidade para fazer campanha. Já começou errado o rapaz de Tangará da Serra.
 
Fraquinha
 
A inexpressiva composição da Câmara de Vereadores de Cáceres vai caminhando a passos largos para o buraco empurrada pelo também fraco presidente Domingos dos Santos (PSB). Já já vem à tona o valor da licitação que a ‘competente’ mesa diretora está fazendo em silêncio para completar a reforma do Palácio Costa Marques. Na primeira licitação, feita no ano passado, esqueceram de inserir a reforma do telhado e das portas e janelas. Tem como alguém que ganha R$ 15 mil por mês para administrar, esquecer um detalhe importante desse?
 
Absurdo
 
Por falar em Câmara de Vereadores de Cáceres, o Ministério Publico precisava dar uma passada lá para moralizar a atuação dos servidores, especialmente alguns assessores de gabinete. Os vagal simplesmente passam o dia todo no Facebook. Isso é uma falta de respeito com o contribuinte que é quem paga essa palhaçada. Se precisar, forneço o IP de todos os computadores que estão sendo usados inclusive para postar comentários mascarados no Jornal Oeste.

Comentários

inserir comentário
2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por De Olho Aberto, em 22.01.2018 às 23:20

    Cabe a justiça eleitoral ficar de olho nesses show micio disfarçado vai ter divulgação de nome de fulano beltrano e sicrano a todo instante para iludir a vítima principal o eleitor que se deixa levar por um showzinho de graça opaa aliás pago com seus próprios impostos para beneficiar o candidato fulano de tal Justiça Eleitoral vamos ficar de Olhoóooo

  • por ROBSON JOSÉ, em 22.01.2018 às 20:29

    É preciso acabar com essa farra de pagar shows e patrocinar festas com dinheiro público, eu pago imposto, todo cidadão paga, e ninguém é obrigado a ver o seu dinheiro destinado a festas que nem sempre agrada a todos, se esse cara quer fazer politicagem, enriquecer artistas meia boca e enrolar o povo, que faça com o dinheiro dele.

 
Sitevip Internet