Notícias / Direto da Fonte

15/01/2018 - 09:52

Candidatos

Por Da Redação

Enviar para um amigo Imprimir
A incapacidade do prefeito de Cáceres, Francis Maris (PSDB), de ser um líder político está produzindo um fenômeno no segundo ano do seu segundo mandato. Percebendo que o prefeito não tem e jamais terá capacidade de indicar um sucessor, pelo simples fato de não confiar na própria sombra, além da vice Eliene Liberato Dias (PSDB), vários secretários da atual gestão estão se colocando como pré-candidatos a prefeito em 2020. Eles não falam e nem admitem publicamente, mas Júnior César Dias Trindade (SICMATUR), Valdecir Rodrigues (Obras), Júlio Cesar Borges (Fazenda) e até a ‘humilde e educada’, Nelci Longhi (Planejamento), já têm brilho nos olhos e sonham em ser o ungido. No ritmo que vai a gestão, todos eles, incluindo a vice não serão páreos nem para James Cabral (PT), que possivelmente será o candidato a prefeito da Frente Popular. Não por demérito, é que o povo já viu o limite da atual administração e cansou.
 
Aviso
 
E sobre esta questão do prefeito não confiar em ninguém, conversei recentemente durante um almoço com o vereador Claudio Henrique (PSDB), sobre a ideia do prefeito de lança-lo como pré-candidato a deputado estadual. Alertei para não entrar em fria porque a campanha custa muito dinheiro e sei que ele não tem. Também falei para ele não se iludir com eventual apadrinhamento financeiro do prefeito. Justifiquei citando a prestação de contas da última campanha, sem um real do próprio Francis. Segundo o ex-prefeito Aloisio de Barros, isso se chama ‘colocar cachorro no mato’.
 
Coitados
 
Em falando em vereador, outro dia vi que alguns assessores e eleitores do vereador Rosinei Neves (PV), estão agindo como adversários ao incentiva-lo a ser candidato a deputado estadual na eleição deste ano. Assim, como a maioria, Rosinei não tem a dimensão do custo de uma campanha dessas e do quanto isso prejudica a cidade. Assim como ele, outros vereadores agem como se não tivessem espelho em casa.
 
Enterro
 
E sobre as candidaturas a deputado estadual, reforçando o que venho dizendo neste espaço, doutor Leonardo (PSD) e Adriano Silva (PSB), terão imensas dificuldades de reeleição. Deixar fechar o O Bom Samaritano e não conseguir fazer o Regional prestar um serviço de qualidade, foi a pá de cal para os dois. Sem falar na não conclusão de ZPE, MT 343, Reforma do Aeroporto, Sete de Setembro e na porcaria que está sendo executada na Tancredo Neves. PSF do Jardim Padre Paulo e sala de aula os aguardam.
 
Começou
 
Os professores cacerenses Celso Fanaia e Anderson do Amaral, já estão em plena campanha para reitor da Unemat em eleição que acontece em junho. A primeira disputa será entre os dois para ver qual deles consegue o maior volume de apoio no Estado.
 
Estadual
 
Sua majestade, Blairo Maggi Primeiro, rei de Mato Grosso decretou na semana passada que o governador Pedro Taques (PSDB), tem até março para resolver a crise financeira do Estado, senão não será candidato a nada. Nos bastidores, sua alteza já consolidou o golpe. O próximo governador patrocinado por ele será Mauro Mendes (PSB) e as vagas de senador são dele e do imperador de Várzea Grande, Jayme Campos Primeiro.
 
Oposição
 
Este jogo emparedou a oposição de fato. Com teto de vidro, Antônio Joaquim já fala em apoiar o senador Wellington Fagundes (PR). O problema é que Wellington é do reino de Rondonópolis, sede do império de Blairo Maggi. Duvido, que ele vai jogar dinheiro fora em um jogo perdido. Sim, é isso mesmo que você que entende de política está pensando. O jogo do Blairo é imbatível, muito mais por falta de opção do que por méritos. Como disse na Coluna passada, o eleitor vai no menos pior a partir deste ano.

Comentários

inserir comentário
17 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Abel Donato, em 18.01.2018 às 06:51

    Chega desses políticos velhos, vamos renovar, colocando políticos mais novos, capacitados e que tenham a vontade de trabalhar, chega de Bezerra, de Fagundes, de Campos e acabar com o coronelismo da família Maggi. Acordam conterrâneos, Mato Grosso só depende dos eleitores e nada mais, vamos mudar pra tentar subverter essa estagnação que o Estado se encontra! Os políticos inventaram a CPI para minar o Pedro Taques, que pelo menos está fazendo o que pode e para alicerçar o candidato do "Coronel Maggi", que é o Mendes, não pensem que com o"faz me rir" ganha eleição, nós temos no Brasil vários exemplos que quando o povo quer ninguém segura. Não se arrependa, que é melhor continuar com o que está do que colocar pessoas com a garganta profunda.

  • por Tibúrcio junco pantaneiro, em 16.01.2018 às 21:13

    O melhor nome para reitor da unemat é o Professor Dr Dimas Santana pois bem representa toda classe acadêmica...

  • por junior, em 16.01.2018 às 17:10

    Boa Orlandir, bem isso mesmo.

  • por Dr.EGRESSO UNEMAT, em 16.01.2018 às 12:58

    Penso e acredito que o único precandidato com potencial para administrar o Complexo multicampi da UNEMAT seja o nobre e honrado CACERENSE Prof.Dr. Anderson do Amaral. Se quiserem PERDER DE VEZ a unemat escolheram os CANDIDATOS DE TANGARA JUNTO COM SINOP. Por outro lado se quiserem ANIQUILAR com influência politico-partidária votarão no prof Tetinho que apesar de aparentar ser boa pessoa, infelizmente, ao longo do tempo percebe-se SOFRER "forte dominio" de um cèrto mimado e eterno candidato a concorrer de prefeito à deputado federal. UNEMATIANOS!!! VESTIREMOS A CAMISA PELA SOBREVIVÊNCIA DA NOSSA UNEMAT? SIM? Então só tenhamos esperança com Dr. Anderson.!!!

  • por Orlandir Cavalcante, em 16.01.2018 às 12:22

    Não vejo nada de novo. Sempre afirmei aqui que CACERES ERRA EM DISCUTIR NOMES E NÃO PROJETOS.

  • por Tibúrcio junco pantaneiro, em 15.01.2018 às 21:03

    O melhor nome para prefeito de Cáceres em 2020 é o super Foguinho ....

  • por Suely, em 15.01.2018 às 20:15

    nem voto em nenhum dessa lista, Deus nos livre

  • por Jr, em 15.01.2018 às 19:57

    Em redes sociais, uns falam, parabéns a um político que nunca fez nada e só levanta poeira, puxas sacos de plantão da nojo também, outros ficam falando nas próximas eleições levarão o troco, temos que parar de viver o ontem e ver o hoje. O sem vergonha que candidatou com promessas já esta vivendo 4 anos se beneficiando do cargo, ele tem a obrigação, o dever de fazer hj e não amanha que todos darão troco nas urnas, esta conversa de urna e arcaica e sempre repete a mesma ladainha por isso os nossos tais políticos estão tão sem vergonhas e sem noção, por não ter dever e obrigações apos eleito. Cuiabá tem uma enquete votando para diminuir salários de vereadores, teríamos que ter a nossa já em andamento, tem uns por ai que entra na politica para encher barriga durante 4 anos as custas dos nossos votos e não faz absolutamente nada

  • por Renato, em 15.01.2018 às 19:39

    POLITICA DA BOCA MOLE, CONVERSA FIADA, PROMESSAS E MUITA POLITICAGEM, ESTA É A POLITICA CACERENSE A DECADAS ORIENTADOS PELOS PARTIDOS QUE BENEFICIA O CONJUNTO, POLITICA QUE SUSTENTA DURANTE 4 ANOS COM GORDO SALARIO E O QUE O POVO TEM DE RETORNO É UMA BANANA E DESCASO.

  • por Helio Silva, em 15.01.2018 às 18:32

    Esperar o que de vereador sendo que a primeira ação deles foram aumentar salario, e o cabeça vai aposentar e mamar deitado o resto da vida. De inicio ja disseram para que vieram e ajudar o municipio e a população que não foi.

Mais comentários
 
Sitevip Internet