Notícias / Direto da Fonte

25/12/2017 - 07:42

Bola da vez

Por Da Redação

Enviar para um amigo Imprimir
Aos menos 50 lideranças políticas que integraram as duas gestões do ex-prefeito Tulio Fontes (PSB), já sinalizaram que irão acompanhá-lo na eleição do ano que vem onde ele é pré-candidato a deputada estadual. Todos inclusive se dispuseram a acompanhá-lo em qualquer partido que ele vier a se filiar desde que seja na oposição do governador Pedro Taques (PSDB). Fazem parte do grupo, ex-secretários, ex-coordenadores e muitos servidores da prefeitura que estão filiados em partidos como o DEM, PSB e o próprio PSDB do prefeito Francis Maris e da vice Eliene Liberato Dias. No grupo também há uma leva ex-petistas. A novidade é que até um atuante vereador já demonstra interesse em fazer parte do grupo do ex-prefeito que informalmente lidera a preferência para deputado estadual na cidade. A boa aceitação do nome de Túlio também já mexe com integrantes de partidos que apoiaram a candidatura a prefeito de Adriano Silva (PSB) na última eleição de prefeito. Outra novidade no grupo de Túlio pode ser o ingresso do Oncologista Eduardo Lima, potencial pré-candidato a deputado estadual em 2018 e a prefeito em 2020. Assim como a Frente Popular, o ex-prefeito já confirmou a Coluna que só tem restrição a composição com o grupo do deputado doutor Leonardo (PSD) e do cardiologista Sérgio Arruda (PSD), que traíram a Frente Popular na eleição passada. Túlio diz que o apoio do grupo de Adriano Silva (PSB) e do prefeito Francis Maris (PSDB), são bem-vindos, desde que não tenha Pedro Taques na jogada. Por falar em Túlio, ele está dividido entre ficar no PSB ou ir para o PTB ou para o PDT. A única condição é que nenhum destes partidos estejam com Taques ou qualquer um dos seus aliados e futuros golpistas. A onda Túlio é tão grande que até o PP de Blairo Maggi o quer como candidato único na região.
 
Oposição
 
Por falar em Taques, a verdadeira oposição já percebeu uma malandragem que está sendo orquestrada nos bastidores por Jayme Campos (DEM), Eduardo Botelho (PSB) Blairo Maggi (PP) e Mauro Mendes (PSB) é já está preparando um conta ataque. Antônio Joaquim (sem partido) já está articulando com Wellington Fagundes (PR) e Lúdio Cabral (PT) um pacato de oposição contra Taques e seus aliados disfarçados de golpistas. Tá ficando bom o jogo. A oposição já está vendo Maggi, Mendes, Botelho e os Campos como chapa banca disfarçada.
 
Consenso
 
A eleição para reitor da Unemat vai acontecer no primeiro semestre do ano que vem e depois do surgimento de vários nomes, um vem ganhando consenso dentro da universidade. O do professor cacerense Celso Fanaia tido como moderado, sério e político. O nome dele já é quase consenso na situação e já tem a simpatia de alguns integrantes da oposição. A vantagem de Fanaia é que ele sabe conduzir composições políticas. Excelente nome!
 
Ranking
 
Fui desafiado a elencar quais são os piores secretários e secretarias da gestão do prefeito de Cáceres Francis Maris (PSDB). Vou poupar nomes, mas as piores são Educação, Saúde, Planejamento, Agricultura e Governo. Três por inexperiência e duas por incompetência mesmo.  Francis merece, o povo não. A prova de que a qualidade é ruim é que a Coluna apurou que o secretário de Governo Wilson Kishi, que acumula também a ineficiente pasta de Agricultura, está na marca do pênalti há dias. Ele só não teria caído ainda porque o prefeito não encontrou um corajoso que encarara as pastas. Júlio da Semelc que foi para Fazenda, por pouco não ficou com a vaga do Japonês. Fui pesquisar porque o interesse pela dispensa e fiquei sabendo que ele é tido como sendo de muita conversa e pouca ação. Pra mim isso não é novidade.
 
Lixão
 
Este é o apelido da atual sede Câmara de Vereadores de Cáceres. O prédio é cara da atual mesa diretora. Era aceitável desde que o legislativo não tivesse dinheiro para ter uma sede digna, mas quem vê cara não vê coração. Tem gente que nasce para ser gestor e outros para dar aula.
 
Federal
 
A estrela do vereador mais votado de Cáceres na última eleição está brilhando. Se doutor Leonardo (PSD) não topar o desafio do governador Pedro Taques (PSDB), Cézare Pastorello (PSDB) será o único candidato a deputado federal de Cáceres e deve ultrapassar fácil a marca dos 10 mil votos. Com Ezequiel em desgraça em Cáceres e na região, não será surpresa se sua votação surpreender. Conversando com ele sobre a candidatura, foi enfático em dizer que a prioridade é ajudar a eleger e manter deputado estadual de Cáceres. Cézare entende que precisa ter um candidato a federal da cidade para evitar a entrada de candidatos de fora. Ele diz que não está abandonando o mandato de vereador, apenas se dispondo a ajudar Cáceres a continuar tendo deputado estadual.
 
Acabou
 
Vai aqui um recado para os espertinhos que gostam de ir à Cuiabá pegar partidos para vender em época de eleição. Acabou a teta negada. Na próxima eleição não haverá coligação e partidos que não elegerem vereador serão extintos. Graças a Deus, mais uma malandragem que chega ao fim. Por falar em fim da teta, suplentes que sonhavam com um peitinho na Câmara com a história das candidatas laranjas, enfiaram a viola no saco depois que a Justiça em Cáceres negou seguimento da ação. Esse Faiad não é de porra nenhuma, só nome. Bom mesmo são o Zé Renato, Hamiltinho, Lindomar, Maycon e uma galera prata da casa que manja muito de eleitoral.
 
Hyundai
 
Este ano a Ford Tropical de Tangará da Serra, mais por incompetência que pelo mercado, fechou as portas em Cáceres. Para compensar e provar que o mercado é bom e o vendedor é que é ruim, o Grupo Cometa deve instalar um concessionária da Hyundai no próximo ano em Cáceres.
 
Cano
 
A saída do jornalista Kleber Lima da Comunicação do governo Taques oficializou o calote que o estado aplicou na mídia do interior e no Jornal Oeste. Mas como costumo dizer para os colegas, dor de barriga não dá uma vez só e o mundo é redondo.

Comentários

inserir comentário
6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por José Carlos Rodrigues., em 03.01.2018 às 23:48

    Eduardo Lima, cria de PH. Sendo Tlio Inimigo numero 1, de PH. Iras aceitar este cidadão na sua tropa de choque. Se ocorrer vc estara rodado Tulio. Que a mando de PH, com toda certeza será o cara que ira te derrubar. Pense nisso Tulio, ou sua candidatura iras correr paraguai abaixo.

  • por Cacense mesmo, em 27.12.2017 às 19:18

    Quem é esse vereadorzinho na fila do pão? De onde ele tirou que tem competência e grana para disputar um cargo de deputado federal? Cesare Pastorello não tem de onde tirar votos na região. O deputado federal da região vai ser o ex prefeito de Glória do Oeste Nilton Borgato, com o apoio do deputado Leonardo, inclusive já está fazendo seus compromissos em Cáceres, maior quantidade de eleitores. Cáceres reclama do Exequiel Fonseca mais não deu mil votos para ele. Se Cáceres quiser alguma coisa tem que abraçar essa candidatura do Nilton Borgato e do doutor Leonardo.

  • por jose ribamar, em 27.12.2017 às 00:37

    olá amigos, o que voces não sabem é que Gilberto Giraldelli é nada mais e nada menos do que parente em 1º grau de TATO Giraldelli e Sidnei Giraldelli, por isto a pressa do TATO escudeiro do do FRANCES em ir correndo p/ Cuibá para tentar fazer o acerto em favor do alcaide.

  • por Pedro M, em 26.12.2017 às 21:40

    A dobradinha é Túlio e Pastorello. O vereador pode até não se eleger, mas, ajuda o Túlio a garantir a vaga e coloca o nome da cidade em uma suplência.

  • por Douglas Paula, em 26.12.2017 às 09:43

    Túlio como estadual e contra Taques é a melhor notícia que Cáceres poderia receber. Agora nos resta saber se o nobre ex prefeito vai pro PTB ou irá para o partido do eterno Brizola.

  • por PAULO, em 25.12.2017 às 23:38

    Francis esta correndo serio risco de ser destituído do cargo por acumulo de cargo da secretaria de saúde e o Ministério Publico diz que o prefeito era sabedor das irregularidades existente dai perguntamos e agora JOSE? Consta na denúncia, assinada pelo promotor Antônio Sérgio Cordeiro Piedade, do Núcleo de Ações de Competência Ordinária (Naco), que Evanilda já era servidora efetiva do município quando o suposto acúmulo de cargo ocorreu, sendo membro do Conselho de Saúde quando foi designada para ocupar também o cargo comissionado de Coordenadora da Vigilância Sanitária Epidemiológica e Controle de Endemias. O caso chegou ao conhecimento do MP após ser denunciado por um servidor público federal que, à época, era cedido à administração municipal de Cáceres. Na ocasião, ele alegou que teria sofrido "retaliações e perseguições administrativas" após comunicar o suposto crime, o que culminou no desligamento dele, em junho deste ano, das funções que ocupava no município.

 
Sitevip Internet