Notícias / Direto da Fonte

03/12/2017 - 09:54 | Atualizado em 04/12/2017 - 03:39

​Faca

Por Da Redação

Enviar para um amigo Imprimir
A Coluna descobriu esta semana que tem um jogo em andamento nos bastidores políticos do Estado com vistas a eleição do ano que vem, que ao meu ver, tem duas finalidades. Composição ou golpe. Pilotado pelos irmãos Campos, o jogo de momento está colocando a faca no pescoço do governador Pedro Taques (PSDB) para que ele desista da reeleição e abra as ‘pernas’ para os golpistas, entre eles, o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), ser o candidato a governador e manter os seguidores de Taques na ‘teta’. Caso o ‘Mini Collor’ não aceite, vai tomar uma rasteira. Mauro vai ao governo, com Jayme Campos (DEM) e Blairo Maggi (PR), como candidatos a senador. Já falei uma vez e vou repetir. Esta composição é imbatível e deve atrair até o senador Wellington Fagundes (PR), especialista e ficar em cima do muro e conhecido por só entrar em barbadas.
 
Descobri
 
Finalmente esta semana descobri porque desde que se reelegeram o prefeito Francis Maris (PSDB), e a vice Eliene Liberato Dias (PSDB), não perdem a oportunidade de lançarem o deputado estadual Dr Leonardo (PSD), candidato a deputado federal na eleição do ano que vem. Na verdade, a candidatura é um desejo pessoal do governador Pedro Taques (PSDB). Tanto que o governador já teria encarregado o secretário chefe da Casa Civil, Max Russi (PSB), de atender todos os pleitos do deputado para região sudoeste, especialmente para Cáceres. Taques quer que Leonardo seja o grande líder regional e por tabela acabe com o reinado dos Henrys herdado pelo deputado federal Ezequiel Fonseca (PP). A Coluna apurou que o governador inclusive já alertou o vice-governador Carlos Fávaro (PSD), pré-candidato a deputado federal, para que não entre na região para não atrapalhar Leonardo.
 
Canalhas
 
Um engodo chamado Caravana da Transformação, criado pelo incompetente atual governo do Estado, está sendo anunciado para Cáceres no início do ano que vem. Quero ver o Mini Collor e alguns dos canalhas que o assessoram especialmente na comunicação, terem coragem de colocar os pés na cidade. Farei questão de estar presente para dizer para eles o que disse para o ladrão do Silval Barbosa há alguns anos ao vivo na Rádio Difusora. Aguardem!
 
Espanou
 
O prefeito de Cáceres Francis Maris (PSDB), não gostou de eu ter colado ele com a Gague de Leonardo, especialmente depois que mostrei parte da capivara da turma. O prefeito não tem direito de reclamar, a cidade inteira viu ele usando e desfilando com a Gangue na última campanha. Como diz um velho ditado, ‘Casou com a viúva, tem que criar os filhos’.
 
Frente
 
Em terra de políticos de ocasião, é um alento ver partidos e lideranças se movimentando. Na semana passada, o PT sob o comando de James Cabral abriu oficialmente a pré-campanha de 2018 em Cáceres. O passo seguinte, segundo a Coluna apurou, é a retomada da Frente Popular com o PC do B e o PV como base. James revelou que a meta é que o grupo lance um candidato a deputado federal e um candidato a deputado estadual com vista a eleição de 2018, e com foco também em 2020. Como ocorreu na eleição passada, o petista afirmou que a Frente Popular terá candidato a prefeito na próxima eleição. Ele adiantou que vai defender junto a Frente que haja restrições apenas a eventuais composições com o deputado Leonardo (PSD) e o médico Sergio Arruda (PSD), que traíram à Frente no processo passado.
 
Vocação
 
Para quem ainda tem dúvidas, trago uma informação que consolida cada mais Cáceres como polo de educação. Depois do CEAF anunciar a instalação da Faculdade Anhanguera com a oferta do cobiçado curso de Direito, a Coluna furou que nos próximos dias uma comissão do MEC estará na cidade para possivelmente autorizar a implantação de Direito na FAPAN. Ao julgar pela autorização concedida na semana passada a Faculdade de Quatros Marcos, Cáceres deve ganhar mais um curso de Direito já a partir do ano que vem. Ao partilhar a informação com minha filha, ela de cara falou da importância econômica, citando a geração de emprego e renda.
  
Sem postura
 
Em política como em muitas áreas da vida, não pode haver meio termo. Ou é a favor ou é contra. Meio termo é para gente fraca. Na semana passada ao assistir o vereador cacerense Zé Eduardo Torres (PSC), conseguir fazer a base governista sair do buraco com o assunto sem importância sobre a possível fraude na compra de uma cascalheira, observei que além do vereador Alvacir Alencar (PP), famoso pela falta de postura, há outros do mesmo calibre na atual composição da Câmara de Cáceres. Elias Pereira (PT do B), Dênis Maciel (PT do B), Rosinei Neves (PV), Creude Castrillon (Podemos), Wagner Barone (Podemos), Domingos dos Santos (PSB) e Gerônimo Gonçalves (PSB), ainda não descobriram de que lado fica o ‘fiofó’ da minhoca. Ou fazem de conta que não sabem.
 
Caminho
 
O deputado estadual Adriano Silva (PSB) e o ex-prefeito Túlio Fontes (PSB), que declararam oposição ao atual governo do Estado, estão cada vez mais longe do seu atual partido. Adriano que já anunciou que seguirá Mauro Mendes (PSB), tem convite para ingressar no PDT. Já Túlio, é cortejado pelo DEM, PDT, PV, PR e pelo PTB. O PSB não quer que ele saia, mas o ex-prefeito não confia no atual presidente da legenda, deputado federal Valtenir Pereira. Por uma questão de estratégia, Túlio diz que não poderá ficar no mesmo partido de Adriano.

Comentários

inserir comentário
16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Abel, em 05.12.2017 às 19:47

    O povo de MT ainda vai votar na família Campos, que há muito tempo vem comandando via Executivo estadual ou via Câmara Federal/Senado. Será que não existe outro novato, que não seja comprometido com o continuísmo, que seja voltado para a RENOVAÇÃO, tá na hora do povo dar uma lição para esses políticos profissionais, que mesmo processado ainda mandam em MT.

  • por Luciana, em 04.12.2017 às 16:35

    Taques do jeito que está deixando o estado não tem querer, bem ele nem os lambedores dele tem querer algum

  • por Junior, em 04.12.2017 às 14:28

    Maneco Silva e Luciana, vcs estão corretíssimos, propaguem estes textos em redes sociais, em comentários aqui no J.O para prevenir a população, precisamos tirar estes MATUZALENS de vez da política para ver se muda alguma coisa, do jeito que está não pode ficar. Vamos ficar de olho tanto nos candidatos locais, estadual e federal, vamos começar analisar candidatados a vereadores pq o que tem de gente aí pré candidato dando um de bonzinho, os super cancerenses em busca de uma mamata que a política pode vir trazer não eh brincadeira ! Vamos analisar e tirar todas as máscaras dessa politicagem porca que está aí batendo em nossa porta, na nossa tv, rádio, querendo nossos votos. Chega dessa politicagem porca, que não traz resultados apenas enche bolso e mata fome de sem vergonha !

  • por Lauro, em 04.12.2017 às 14:22

    Ailton, se a população Cacerense tiver vergonha não elege quase ninguém desta lista, pq se formos analisar nunca trouxeram nada para nossa região , apenas desculpas da incompetência política

  • por joao, em 04.12.2017 às 12:39

    O povo vem aqui e fala, fala, fala mal dos políticos que temos na Cidade e Região, mais quando chega na hora de votar parece que esquece e elege esses malas novamente! O que percebo que quando tem ano de policita todos querem se beneficiar tanto os políticos como a população e depois reclama que não fazem nada! Simples faça uma breve avaliação dos que ja foram e os que foi no últimos anos políticos e não votem novamente e dei uma chance para os novos!

  • por Ailton, em 03.12.2017 às 17:20

    Se a população CACERENSE tiver vergonha não elege ele nem para presidente de bairro...

  • por maneco silva, em 03.12.2017 às 16:37

    Povo cacerense vamos abrir os olhos, a corja de maus políticos do estado estão unindo com os daqui de Cáceres e as estratégias serão montadas para nos enganar mais uma vez. Esse troca troca de partido é só o começo, até abril de 2018 muitas manobras vão acontecer, esses mais de 3 bilhões que cairão nas mãos dos caciques que comandam os maiores partidos do Brasil, terá um efeito catastrófico nas eleições do ano que vem, e em Mato Grosso não será diferente, e se nós não tomarmos cuidado seremos pisoteados por esses famigerados pelo poder e dinheiro. Exemplo está nas negociações dos políticos locais que primeiro acertam os bolsos depois consultam o povo. ALERTA GERAL , VIGILANTES COM ESSES CARAS !

  • por Luiz carlos, em 03.12.2017 às 16:23

    As faculdades daqui estão preocupadas em trazer, ter, não estão preocupadas no excesso de profissional que em algum pouco tempo estarão batendo um no outro em busca de trabalhão. O estado, a unemat já deveriam estarem de olho nesta futuras frustrações, mais como o amigo a baixo disse, a unemat não tem preocupação alguma com a comunidade, a não ser gerar profissionais de mesa. É uma pergunta correta em dizer: Cadê os alunos da unemat que não estão em contato direto com a comunidade ? Sendo que são alunos de universidade pública, e não vemos ações de estudante para com social ?

  • por Benedito Alcântara., em 03.12.2017 às 14:26

    Quero Kish fora da gestão. Governo que tudo toca vira MERDA.

  • por Julio Cesar, em 03.12.2017 às 13:15

    Eitaaaaaaa politicagem no nosso município e estado está descarada e saturada mesmo, tá doido, nestes nomes aí não arrisco votar nem para presidente de bairro. Tudo véi na política e nunca fizeram foi nada, mais estão a maioria tudo milionário, barrigudo e a cara continua lavada. #tofora

Mais comentários
 
Sitevip Internet