Notícias / Polícia

02/09/2017 - 11:56

Gefron prende por trafico de drogas motorista de onibus escolar em Porto Esperidião

Por Folha de Araputanga

Enviar para um amigo Imprimir

Arquivo

 (Crédito: Arquivo)
Policiais militares do Grupo Especial de Segurança de Fronteira - Gefron,  realizaram, ontem (01.09), a prisão de E.A.R de 28 anos , por tráfico de drogas. A abordagem ocorreu em uma estrada vicinal, na zona rural do município de Porto Esperidião.

A equipe volante do Gefron realizava patrulhamento de fronteira, em uma estrada vicinal, na zona rural em Porto Esperidião, quando abordaram o motorista de um ônibus escolar de placa NJV 3232 .

O condutor E. A.R de imediato obedeceu à ordem de parada. Após a abordagem e feita uma busca no interior do ônibus foi localizado uma mochila de cor verde e dentro contendo 3 (três) tabletes de substância de pasta base de cocaína. O motorista informou que a droga pertencia ao mesmo.

Diante dos fatos foi realizada a condução do mesmo, juntamente com o ônibus e os entorpecentes até a Base do Gefron onde foi confeccionado o B.O e posteriormente deslocamento até a Delegacia de Fronteira (Defron) em Cáceres, onde o mesmo foi entregue para as providências que o jogo caso requer.

Comentários

inserir comentário
1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Junior, em 03.09.2017 às 15:17

    Isso não é mérito, temos que aprender que, esse é um resultado de uma fronteira ineficaz, submissa e falha no combate ao tráfico de drogas, não temos nada a comemorar até que os governantes, bem como a polícia façam um serviço adequado para inibir o maximo possivel Drogas que entram no Brasil, enriquecendo barões do narco, patrocinando bocas, mulas, e tantos outros que trabalham para e em prol do narcotráfico, sabem por onde entram, a polícia tem inteligência e creio que sabem como entram essa drogas, então não e prendendo um grão de areia que vamos fazer festa na praia não é verdade ? Não adianta prender um pau rodado se existe um exército do tráfico é uma fronteira desprotegida à mercê dos barões da droga !

 
Sitevip Internet