Notícias / Direto da Fonte

03/07/2017 - 16:38

​Predestinado

Por Da Redação

Enviar para um amigo Imprimir
A bagunça que se formou no PSB de Mato Grosso pode favorecer Cáceres e região. Nos próximos dias o suplemente de deputado federal Xuxu Dalmolin de Sorriso vai assumir por 120 dias o lugar de Adilton Sachetti de Rondonópolis. Fábio Garcia também está na iminência de se licenciar o que abriria a vaga para o ex-prefeito Túlio Fontes (PSB), que pode se tornar federal a qualquer momento. A posse poderia potencializar a eventual candidatura de Túlio a estadual. O nome do ex-prefeito já é um dos mais comentados em Cáceres para a eleição do ano que vem. Outro nome leve e que tem ganhado musculatura política, inclusive na região, é do Oncologista Eduardo Lima, ainda sem partido. Ele é afilhado político do ex-deputado federal Pedro Henry.
 
Terra Seca
 
A dificuldade da reeleição de doutor Leonardo (PSD) e Adriano Silva (PSB), já é um fato entre o grupo do político que está no comando da prefeitura de Cáceres. Com o crescimento de Túlio Fontes (PSB) e Eduardo Lima para estadual, já há alguns que defendem o apoio aos dois. Outro fato levantado entre os ‘francistas’ esta semana é a possibilidade do lançamento da candidatura da vice-prefeita Eliene Liberato Dias (PSDB) a federal, caso o prefeito não consiga uma vaga para a disputa ao Senado. Na leitura de um influente assessor do prefeito, a candidatura de Eliene a federal seria a garantia da eleição de um estadual de Cáceres. Na minha opinião, essa leitura tem fundamento.
 
Perigo
 
Este mês a prefeitura de Cáceres não pagou o salário dos servidores dentro do mês trabalhado como vinha fazendo. Segundo nota da assessoria, o motivo seria um problema técnico, porém um servidor da Secretaria da Fazenda, confidenciou a Coluna, que o atraso pode estar relacionado a uma queda progressiva na arrecadação que poderá provocar um atraso maior e frequente. Ele remeteu uma planilha que mostrar que em função de mudanças impostas pela Câmara de Vereadores na fiscalização de Trânsito, o município teve uma queda de mais de R$ 200 mil na arrecadação de IPVA no mês de junho em comparação ao mesmo período do ano passado. O atrasado no pagamento dos salários é um risco para economia da cidade, onde 30% é baseada no recurso gerado pelos servidores públicos das várias esferas.
 
Reação
 
Comerciantes da área onde se pretendem construir o viaduto do Junco, prometem resistir a suposta obra faraônica. Eles vão tornar público nas próximas horas um projeto de uma rotatória que resolveria o problema e é infinitamente mais barata. O projeto já está registrado no CREA/MT e já foi protocolizado na prefeitura e no DNIT. A decisão de se manifestar, segundo alguns comerciantes é porque eles sentiram que estranhamente assessores influentes da prefeitura estão forçando a aprovação do projeto apadrinhado pelo senador Wellington Fagundes (PR), que custa uma fortuna em detrimento de algo mais em conta e que não traria prejuízos ao comércio da região. O curioso é que o prefeito e seus amigos mais próximos têm empresas na região, e parece que não estão preocupados com um eventual impacto econômico negativo do viaduto.
 
Fachada
 
Na semana passada o PSDB de Cáceres se reuniu para mostrar que não há atritos entre o prefeito Francis Maris e o vereador mais votado na e última eleição, Cézare Pastorello. A foto do encontro, divulgada à imprensa não mente. A reunião foi só de fachada, até porque se tem uma coisa que está sobrando nos tucanos cacerenses é vaidade. Na minha leitura, no futuro se salvará apenas a vereadora Valdeniria Dutra, única da Câmara que faz exatamente o que seu eleito quer.
 

 
A Coluna vem recebendo e-mails anônimos afirmando que a recém empossada secretária de Saúde, Evanilda Costa Nascimento, já foi contaminada pela mosca azul. Não é culpa da nossa querida Evanilda do Shampoo. Isso é um defeito de boa parte do ser humano. Quando eles passam por atribulações ou assumem postos de destaque, eles revelam suas reais personalidades. No caso da secretária de Saúde, não fica difícil prever que em breve vai rodar e que por soberba nem vai querer voltar a ser Agente de Combate à Dengue. 

Comentários

inserir comentário
15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por agente de saúde indignado, em 08.07.2017 às 10:36

    senhor Ednilson, o Cargo de Secretária de Saúde é de CONFIANÇA, ou seja, de livre escolha do Prefeito, portanto cabe ao mesmo nomear e exonerar quando bem entender. Cargo de confiança não é o mesmo que contrato de trabalho, como é o caso dos agentes de endemias e outros. Sabrine concordo com você, quando menciono A CAMARA DE VEREADORES, é por que é uma das vias legais de fiscalização é pra ver se os mesmos acordam para aquilo que também foram eleitos. infelizmente, vejo que dos quinze, catorze serão vereadores de um só madato.

  • por Ednilson, em 05.07.2017 às 16:47

    A sra. EVANILDA será exonerada do cargo de Agente Ambiental por abandono de emprego. Quando isso acontecer, ela poderá ser mantida no cargo de secretária? Essa é minha dúvida!

  • por Sabrine, em 05.07.2017 às 12:43

    Agente, sinceramente, vc ainda espera alguma coisa da câmara ? Temos que confiar no MP pq o resto .....

  • por Junior, em 05.07.2017 às 10:04

    Dr Leonardo está desesperado, está apadrinhando os políticos de carreira para tentar se salvar. Só que a vaca já foi pro brejo faz tempo. Não soube se impor e seguir os princípios morais. Abandonou parceiros importantes que foram fundamentais na construção de sua carreira política. Isso é lamentável. A pergunta que não quer calar é: Será que esse pessoal lotado na ALMT está cumprindo expediente? Tenho minhas dúvidas, mas não serei eu quem irá julgar. O melhor juiz de uma pessoa, é a sua consciência. Assembleia Legislativa de Mato Grosso Folha de Pagamento Lotacionograma Competência: MAIO/2017 Tipo de Servidor:Todos Matrícula, Nome, Cargo, Referência, Setor 33741 CELIO SILVA ASSESSOR PARLAMENTAR APG-10 PRESIDENCIA - MESA DIRETORA 42322 LEOMAR AMARANTE MOTA ASSESSOR PARLAMENTAR AP-5 GAB DEP DR LEONARDO RIBEIRO 42321 OZIOL BEZERRA DE PAULA ASSESSOR PARLAMENTAR AP-2 GAB DEP DR LEONARDO RIBEIRO 41592 VILSON SATO ASSESSOR PARLAMENTAR AP-5 GAB DEP DR LEONARDO RIBEIRO http://www.al.mt.gov.br/storage/webdisco/publicacao/1496774690.pdf

  • por Nando, em 04.07.2017 às 22:07

    João o impacto negativo é só na cabeça atrofiada de quem quer viver do jeito que está a cidade, desenvolvimento para alguns é mesma coisa que um tapa na cara, isso se não estiverem sendo usados por outras siglas toscas que empata a vida de meio mundo!

  • por agente de saúde indignado, em 04.07.2017 às 14:26

    caro Gonzaga, gostaria de contribuir com as informações, quanto ao atraso de pagamento salarial dos servidores municipais de Cáceres, sugiro que o MPE e CAMARA DE VEREADORES de Cáceres investigassem a fundo os últimos seletivos realizados pela Prefeitura de Cáceres ou seja, esta parecendo cabide de emprego eleitoral. por exemplo, a Secretaria de Saúde de Cáceres realizou um SELETIVO neste ano onde o EDITAL DETERMINAVA que deveria ter uma COMISSÃO PARITÁRIA COMPOSTA POR MEMBROS DOS EXECUTIVO, SSPM E CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE, o que não ocorreu, é so verificarem o decreto de nomeação da Comissão em tela. Não houve a paridade, portanto, o seletivo torna-se nulo de pleno direito. Advinhem quem foi a Presidente da referida comissão? e porque não colocaram o cargo de AGENTE DE ENDEMIAS no último concurso, a atual Secretária não é contratada como agente de endemias? cargo este que ja foi abandonado pela mesma. Com a palavra o MPE e a CAMARA DE VEREADORES.

  • por agente de saúde indgnado, em 04.07.2017 às 14:12

    Caro Gonzaga, parabéns pela sua ótica política. gostaria de contribuir com o senhor e demais usuários desta coluna, informando que a senhora Evanilda, Secretária de Saúde, NÃO é servidora efetiva, é apenas contratada para o cargo de Agente de endemias (cargo de extrema relevância para a saúde), cargo este que a mesma ABANDONOU desde quando assumiu como Coordenadora da Vigilância Sanitária e como atual secretária de saúde, cargos estes de confiança e de DEDICAÇÃO EXCLUSIVA, onde apesar do abandono de cargo, continua recebendo o salário de agente em complementação ao de secretária de saúde, o que é VEDADO pela Lei Orgânica do Município de Cáceres, em seu artigo 80, parágrafo 1º, e pela Lei Complementar 48 -PCCS dos servidores de Cáceres. para esclarecer ainda mais, somente SERVIDORES CONCURSADOS podem receber o valor de cargos de confiança E COMPLEMENTAÇÃO SALARIAL, além de que os cargos de confiança são de dedicação exclusiva. COM A PALAVRA OS VEREADORES E O MPE. não vou me identificar, pois todos sabem da perseguição e assédio moral que ja sofremos nas mão dos gestores da saúde.

  • por João Paulo, em 04.07.2017 às 10:16

    Esses vereadores aí naum fazem nada

  • por joao, em 04.07.2017 às 08:29

    Não vejo impacto econômico negativo do viaduto. Sabemos que os comércios ali em volta que a maioria é lanchonete sobrevive por causa dos alunos da fapan que estudam a noite! Tem outro lado tambem precisa acompanhar de perto para ver se realmente esse viaduto ira sair porque se começar e parar no meio vai virar projeto faraônica. Sabemos que o que faz mais picuinha nisso tudo é o ex vereador Tarcisio que so fica sentado na frente do hotel com os politiqueiros querendo atrapalhar o crescimento da cidade buscando apenas bens pessoais!

  • por Junior, em 04.07.2017 às 08:28

    Maldição do cargo de secretário em cáceres é: após empossado acha que é alguma coisa e se acha o dono do pacu assado! Isso é um transtorno na verdade sabia ? A Sindrome do pequeno poder é um transtorno de comportamento individual que mina as relações sociais e pode esfacelar qualquer chance de estabelecimento de convivência, em detrimento da satisfação de um indivíduo arrogante, autoritário e abusivo. Depois cai a ficha, e exonerado, antepatizado pelo povo, ridicularizado, salarinho não está mais em conta final do mês, e assim vai a realidade, antes uma ilusão e depois a realidade. Cabeça pequena quem acha que secretário de município e algum poder !

Mais comentários
 
Sitevip Internet