Notícias / Direto da Fonte

16/11/2015 - 16:25

Inércia

Por Da Redação

Enquanto os comerciantes do centro de Cáceres vivem o caos com a falta de estacionamento para os seus clientes, as entidades que os representam estão inertes a questão. No CDL, Arthur Henrique parece ter sido contaminado pelo vírus da falta de iniciativa que faz parte do DNA da entidade e na ACEC, Tato Giraldelli ainda não definiu se é cabo eleitoral do prefeito Francis Maris ou presidente de uma entidade de classe que existe para defender os interesse dos comerciantes da cidade.
 
Estelionato
 
Por falar em Francis, demorou quase três anos para a maioria da população, especialmente eleitores como eu, descobrir que a fama de gestor bem sucedido que levou o empresário mais rico da cidade a prefeitura de Cáceres, foi um grande estelionato eleitoral. Cáceres sob a sua gestão virou um cemitério de obras inacabadas e as véspera do Natal, a estima da população está em baixa com a imagem de ruas esburacadas, praças cobertas de mato e lixo espalhado por todo lado. Além disso, muitos já se preparam para o pior, pois a prefeitura não fez a simples limpeza preventiva dos canais que cortam a cidade e de bocas de lobo de áreas propícias a alagamentos. Nos dois anos anteriores a justificativa era de que não haviam máquinas e recursos. Agora há máquinas e dinheiro, o que prova que falta gestão para fazer o ‘feijão com arroz’.
 
Chapuletada
 
Outro dia o prepotente prefeito de Cáceres levou uma ‘chapuletada’ da Coluna Picante do site Olhar Direto por causa das coisas que fala sem pensar. O site disse que os atuais gestores tem mania de culpar seus antecessores pela sua incapacidade, mas Francis tem exagerado em culpar o fundador de Cáceres, Luiz de Albuquerque.
  
Culatra
 
Acostumados a reivindicar, presidentes de associações de moradores de Cáceres, liderados pelo presidente da UCAM, Enézio Mariano acabaram saindo de um encontro frustrado com o prefeito Francis Maris e com um pepino. É que sem capacidade para desenvolver um simples projeto de emplacamento de ruas, o prefeito empurrou a responsabilidade para os presidentes de bairro.
 
Dores
 
Outro dia fui abordado no começo da manhã no centro de Cáceres pelo empresário Dilson Félix Dutra, o Dilson do O Boticário. Não demorou muito para ele começar a me questionar em relação as críticas que faço ao modo de administrar do prefeito de Cáceres, Francis Maris. Dilson afirmou que Francis está sendo melhor prefeito que Aloisio de Barros, Túlio Fontes (PSB) e Ricardo Henry e se iguala a Antônio Fontes e Ernani Martins. Defendeu mais quatro anos de mandato para Francis e depois me alfinetou com a velha história do voto útil. Segundo ele, eu sou o grande culpado por Cáceres não ter elegido um deputado estadual em 2006. Acabei descobrindo que Dilson assim como Zakarquim, também acha que fui eu e não o Pedro Henry, Ricardo Henry, Duda Barros, Da Silva e o Kishi que tiraram os poucos votos que Túlio precisava para se eleger. Ouço as críticas do Dilson pois também sou crítico, mas não aceito todas, porque em matéria de política ele caiu no meu conceito quando deixou de apoiar o sobrinho para presidente da ACEC para fazer parte da chapa de um cliente do seu condomínio.
 
Fogo amigo
 
Segundo uma fonte da Coluna, arrependidos de terem avalizado a ida do fiscal do Observatório Social, Roger Pereira, para a Secretaria de Saúde, o secretário de Governo, Wilson Kishi (Governo) e o Assessor Especial, Atíla Gattass agora querem a saída do Thebestinho. Kishi inclusive já teria se colocado à disposição para retornar a Saúde. A união de forças para derrubar o filho do dono do Observatório Social aconteceu depois que ele demitiu a coordenadora Elaine Zoccoli, sobrinha de Atíla e indicação de Kishi. O japonês já está com o Thebestinho atravessado há dias porque descobriu que ele o está denotando para justificar a incompetência a frente da Saúde.
 
Chapa branca
 
A última edição do jornal Expressão do considerado Sinézio Alcântara trouxe a lista dos pré-candidatos a vereador na atual gestão da prefeitura de Cáceres. Walter Zakarquim (Obras), Júlio Parreira (Turismo), Nelci Longhi (Educação), Wilson Kishi (Governo), Claudio Henrique (Ação Social), Bruno Teixeira (Finanças), Marli Ferreira (Planejamento), Roger Pereira (Saúde), Jair Cestari (Esporte), Eduardo José da Silva (Trânsito) e a vice-prefeita Eleine Liberato Dias (PSDB), são as opções para o projeto de reeleição no ano que vem.
 
Revelação
 
Por falar em candidaturas, o jovem secretário de Ação Social, Claudio Henrique (PSC) é a maior revelação da atual gestão da prefeitura de Cáceres. Mesmo nunca tendo ocupado um cargo público, especialmente de tamanha importância, ele colocou a vice-prefeita Eliene Liberato Dias (PSDB) no chinelo ao fazer a Ação Social ir além das festas de confraternização. Assim como Eliene, ele também se esconde atrás da imagem do prefeito, porém produz politicamente.

Comentários

inserir comentário
15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Junior, em 21.11.2015 às 17:54

    Essa Katia deve ser um mal fodida que marido não dá conta, peneirada de filhos um de cada marido, pedindo misericórdia pra achar um emprego que aceite ela com esse nariz empinado e com as unhas cheia de gordura dos pratos e vasilhas que lavou do almoço ! Se essa " terrinha" e assim , faz um favor, desapareça daqui, vc é sua prole que não deve ser lá essas coisas que não irá fazer a mínima falta ! Ridícula, mal amada, pobre de espírito e de finanças ! Vai para RS quero ver se lá dão moral pra vc !

  • por FLAVIO DE PINHO, em 19.11.2015 às 03:03

    Ação Social ??? A MARIA DA GLÓRIA distribui NIS à quem lhe convém !!! Gera expectativas aos necessitados, isto é promover o SOCIAL ???? POIS É, Claudio Henrique (PSC).......

  • por Julio, em 18.11.2015 às 16:58

    Tirando a demagogia barata de uma campanha protetora fútil a certos políticos da politicagem que apresenta em caceres, sendo defendida aqui no espaço dos comentários , lambendo dos pés à cabeça de certos políticos e outros, resumo, o melhor comentário direto, pontual e com realidade é da elymari ! Falou a verdade, só faltou mandarem a maioria tomar vergonha e olhar como a cidade está antes de elogiar ou defender alguém !

  • por Katia, em 18.11.2015 às 16:42

    A verdade é que se juntar todos os 90 mil cacerenses não dão 10 sulistas. Ô terrinha de gente ignorante, limitada, que não sabe nem conjugar verbo, porque não basta falar mal de tudo, ainda tem que falar errado, sem coerência e sem nexo. Não sei o que eu fiz pra merecer nascer nesse lugar de gente que só presta pra aglomerar lixo da dengue no quintal de casa e fazer concurso na praça aos finais de semana de quem é o cidadão mais brega e sem noção da cidade. XÔ!!!!! DEU!! PAREM!!! VÃO AJUDAR MARIANA! VÃO AJUDAR OS POBRES!!! VÃO INVESTIR O DINHEIRO DE VCS EM ALGUMA COISA ANTES QUE O BRASIL AFUNDE MAIS!!! VÃO USAR O CÉREBRO PRA ALGUMA COISA!!!!

  • por dg, em 18.11.2015 às 08:17

    Querendo ou não, Francis é o melhor que esta tendo!

  • por Elimary, em 17.11.2015 às 20:51

    Não sei porque tanto trelelê por causa da demissão da coordenadora Elaine, afinal tantas coordenadoras já foram exoneradas. Coordenador tem que ter sempre em mente que são passageiros, temporários, que passam e vão embora, e isso serve para o thebestinho também, logo logo vai embora e terá plantado tanta inimizade, por meio de sua arrogância e prepotência. Ow Cáceres que falta liderança nas coordenações. E se a Elaine fosse esse poço de competência não teria saído de Cuiabá para vir trabalhar em Cáceres, pensem um pouco, ou teria??? Cada coisa que a gente vê em Cáceres, que até o capeta benze o corpo e abraça a cruz. Eu heimmmm. E Kishi, como sempre querendo ficar feito leitão novo pendurado na teta pública.

  • por Aline Coelho Dutra Farrath, em 17.11.2015 às 16:10

    Muito me admira o teu método de administrar o seu Jornal, Gonzaga. Com falta de assunto para debater pautas relevantes, precisa usar conversas pessoais como fonte de notícia. Realmente é deplorável a sua forma de ver e principalmente comunicar os fatos. Sorte nossa que muitos têm discernimento para tirar as próprias conclusões não fazendo da SUA, a verdade absoluta. Fale um pouco menos da vida alheia e se atente a correr atrás de notícias ao invés de esperar cairem ao seu colo de bandeja. Assim se fazem bons jornalistas. Como colega de profissão (sim, sou formada em Comunicação Social com Louvor!!) deixo um conselho: usar uma conversa particular como notícia é honestamente a forma mais covarde de se fazer o uso do meio de comunicação em favor próprio. Com a graça de Deus não precisamos do meu pai (senhor "Dilson do Boticário" como bem colocou) para conhecer o seu caráter, ele está exposto nas palavras que traduzem o seu modo de ver e divulgar as coisas. Só lamento meu caro! E se o conceito dele caiu no teu, é de me sentir aliviada porque ele não precisa do SEU CONCEITO para se fazer cidadão honesto. Beijo no ombro.

  • por carol, em 17.11.2015 às 15:10

    A gestão atual para a historia do bairro jd.das oliveiras foi a melhor era moradores que andavam leguas atras de uma agua era moradores que na epoca da chuva tinham que ser socorrido de barco nossa uma tristeza e hoje o quadro do nosso bairro esta mudando os moradores estão começando a sonhar com um amanha direfente!!!

  • por luiz mario cardozo, em 17.11.2015 às 12:40

    bola pra frente francis , de ivo scaf pra ca vc e o melhor

  • por Janio, em 17.11.2015 às 09:42

    Nem prefeito, nem vereador, é muita cara de pau certos secretários ter a imaginação que pode ser bem votado em uma Eleição socando o que socaram no povo, isso serve para nossos capacitado e ativos vereadores !

Mais comentários
 
Sitevip Internet