Notícias / Direto da Fonte

31/08/2015 - 16:19

Afinando

Por Da Redação

O deputado doutor Leonardo (PDT) lentamente vai se posicionando politicamente em relação a atual administração de Cáceres. Depois de se aliar aos vereadores da bancada de oposição, ele iniciou recentemente uma aproximação com grupo do ex-prefeito Túlio Fontes (PSB). Não será surpresa se nos próximos dias, ele também começar a articular com o professor Adriano Silva (PP). Outro sinal de que o deputado está mais para oposição, foi à decisão de não acompanhar o governador Pedro Taques no PSDB. A postura indica que Leonardo e seu grupo devem engrossar a frente de oposição que deverá enfrentar Francis e os magnatas da cidade na eleição do ano que vem. Por falar em Leonardo, as suas declarações publicas e de seus principais assessores, indicam que ele pode ir para o PL ou até permanecer no PDT.
 
O que?
 
Tá bombando nos corredores da prefeitura de Cáceres, o bolão feito pelos servidores para ver quem descobre qual foi o agrado extra, dado pelo prefeito Francis Maris (PMDB), para que a secretária de Administração, Silvia Mara desistisse de deixar o cargo. Dei uma olhada na folha de aposta e tinha cada palpite: carro, aluguel, combustível e por ai vai.
 
Blefe
 
Outro dia durante entrevista a Radio Difusora o prefeito de Cáceres, Francis Maris (PMDB), voltou à cobra a população para que pague o IPTU. Ele revelou que vai mandar os nomes dos devedores para o cartório de protestos. Na posse vice Eliene Liberato Dias (PSDB), ele chegou a dizer que só vão ter acesso ao programa federal de internet grátis aqueles que estiverem em dia com o imposto. Ambas as declarações fazem parte das balelas que o prefeito fala desde que tomou posse. Como dizia o Tite para o Felipão: ‘fala muitooooo’.
 
Passeando
 
O prefeito Francis Maris (PMDB), ganhou autorização da Câmara para ir a Santa Cruz na Bolívia entre os dias 21, 22, e 23 de setembro. Neste encontro também estará o presidente da Câmara Marcinho Lacerda (PMDB). A vereadora Valdeniria Dutra (PSD), vai presidir a sessão do dia 21. A vice Eliene Liberato Dias (PSDB), segundo o líder do governo, vereador Edmilson Tavares (PMDB), não vai à Bolívia.
 
Risco
 
As obras de pavimentação dos bairros Maracanãzinho, Rodeio, Cavalhada e a reforma da Praça barão do Rio Branco, assim como as demais lançadas pela atual administração de Cáceres com recursos federais, correm o sério risco de não ficarem prontas este ano. Em crise, o governo federal não tem prazo para pagar as medições. Para piorar a situação, até mesmo as obras com recursos em caixa, como a construção de creches e a reforma de postos de saúde, não devem ficar prontas este ano.
 
Despesa
 
Água não tem para distribuir, mas cargo de confiança não vai faltar. A SAEC transformada em autarquia pelo prefeito de Cáceres, Francis Maris (PMDB) vai ter nada menos que dez cargos de confiança com salários que variam de R$ 3.500 a R$ 7 mil reais. A companhia tem hoje apenas 15 servidores efetivos e cerca de 40 terceirizados. Apesar de obterem uma correção nos seus vencimentos, os servidores ainda estão satisfeitos com a gestão que não teria cumprido um acordo feito durante a pré-aprovarão do projeto.  Segundo o servidor Odenir José de Arruda, trabalhadores e o município combinaram um valor, mas na hora de colocar na Lei, os números foram menores. A situação é semelhante à questão do Plano de Educação, cujo conteúdo final foi alterado pela administração após ser aprovado pela Câmara. A definição dos cargos na SAEC e os valores pagos aos servidores da Previ, mostram ilhas existente na estrutura da prefeitura que precisam ser eliminadas em uma reforma administrativa.
 
Boa
 
O veterano engenheiro Luiz Plácido Júnior, ‘que trabalhou com Luiz de Albuquerque na fundação da cidade’, está de volta a Secretaria Obras da prefeitura de Cáceres. Bela aquisição, pois se tem alguém que conhecem os problemas da cidade, esse alguém é o Plácido.
 
Devagar
 
A prefeitura de Cáceres precisa ser ágil para não perder os R$ 500 mil reais viabilizados pelo deputado doutor Leonardo (PDT) junto ao governo do Estado para a recuperação das ruas pavimentadas da cidade. A pressa é para que o trabalho seja feito antes do inicio do período chuvoso previsto para a segunda quinzena de outubro. Se o pessoal do Francis não tirar o pé do chão, o recurso só poderá ser usado em junho do ano que vem, após o fim do período de chuvas.
 
Embargo
 
Á pedido dos procuradores municipais, o presidente da Câmara de Vereadores de Cáceres, Marcinho Lacerda (PMDB), entrou com embargo contra alguns pontos de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a famosa Lei dos Procuradores. A Coluna apurou que entre mortos e feridos se salvaram todos. Ou seja, vai ficar tudo com está. Em 20013, o prefeito Francis Maris (PMDB), entrou com uma ação contestando a Lei, mas acabou não conseguindo totalmente o seu intento.
 
Espanaram
 
Os oito fiscais da Secretaria de Fazenda da prefeitura de Cáceres estão se recusando a dirigir os carros do município durante o trabalho. Eles alegam que estão constantemente em risco e querem que o município disponibilize motoristas. No segundo governo do ex-prefeito Túlio Fontes (PSB), ele editou um decreto permitindo que servidores habilitados pudessem dirigir carros oficiais. A coisa caminhou bem até o momento em que o prefeito e alguns de seus assessores diretos começaram a mal tratar os servidores publicamente.
 
Efeito
 
A falta de bom senso da gestão da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo da prefeitura de Cáceres de conceder alvará para a realização recente dos shows de Wesley Safadão e Israel Novaes na Praça de Eventos no dia da festa do padroeiro da cidade, empurrando a tradicional comemoração a Praça Barão do Rio Branco, em obras, foi parar na mídia e agora na Câmara. Na ultima sessão do legislativo, o vereador Alvacir Alencar (PP) apresentou requerimento exigindo que o município respeite a Lei do Silêncio e não conceda alvarás para eventos no local que não estejam no calendário oficial da cidade.
 
Quietinho
 
O vereador Marcinho Lacerda (PMDB), presidente da Câmara de Vereadores de Cáceres, criou recentemente um adicional de função que aumenta a remuneração de alguns servidores da Casa, onde a maioria é de livre nomeação. A partir de primeiro de outubro as despesas com pessoal no legislativo vão quintuplicar com a efetivação de 15 concursados. Por falar em Câmara, com dinheiro sobrando Marcinho está trocando condicionadores de ar e os móveis da Casa, incluindo os gabinetes dos vereadores.
 
Folga
 
De acordo com uma fonte da Coluna associada à Associação Comercial e Empresarial de Cáceres (ACEC), o Observatório Social está a cinco meses ocupando um espaço na sede da entidade sem pagar nenhum centavo. Diz ela que Organização, além de não pagar aluguel, ainda usa energia, papel higiênico, água, telefone e internet sem pagar um centavo. Explica ai Tato!
 
Fuxico
 
A Coluna tem recebido diversos e-mails e mensagens afirmando que o restaurante popular instalado no bairro Vila Mariana em Cáceres, virou  um point de bacanas que chegam de carrão para pegar o boião de R$ 5 reais. O duro é que não tem nada de ilegal nisso já que o subsidio publico é para as refeições servidas a R$ 2 reais para a clientela cadastrada em programas sociais.
 
De novo
 
A saúde de Cáceres e região está novamente em crise. O governo do tucano Pedro Taques (PSDB) além de estar devendo salários a médicos do Hospital Regional que em protesto só estão atendendo casos de emergência, também deve cerca de R$ 5 milhões ao Hospital São Luiz que em protesto deve suspender os atendimentos pelo SUS nas próximas horas.
 
Difusora
 
O radialista e jornalista Luiz Garcia da Radio Difusora de Cáceres está em pré-campanha para vereador. Tendo como reduto a Cohab Nova e o Jardim Padre Paulo, onde realiza varia ações no esporte e na área social, ele tem convites para ingressar no PSB, PP, PR e no PT do B. Além dele e do atual vereador Edmilson Tavares (PMDB), a Radio ainda terá como candidato no ano que vem o radialista Julinho Vidal que tem convite para se filiar ao Solidariedade.
 
'Maria vai com as outras'
 
O considerado Marcelão Cardoso da Radio Jornal AM de Cáceres, aquele que no primeiro governo Túlio Fontes (PSB), queria tocar fogo na Descalvados com os Henrys e Edmilson Campos dentro, é mesmo uma ‘Maria vai com as outras’. No final de semana encheu um ônibus de coitadinho para fazer média na filiação de Pedro Taques no PSDB. Manipular analfabetos é fácil, quero ver é ter peito para defender a vice Eliene Liberato Dias que também é do PSDB. Cada dia que passa, chegou à conclusão que Marcelão precisa largar mão de política e ir para o EJA estudar que ele ganha mais.

Comentários

inserir comentário
20 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Jocézio BRITO de Souza, em 05.09.2015 às 15:32

    Acertada escolha, a do arquiteto Luís Plácido para os quadros da Secretaria de Obras de Cáceres. Sucesso!!! Permita-me uma correção caro Gonzaga. Quando Luís de Albuquerque chegou à estas paragens, foi recebido pelo citado engenheiro, que de pronto lhe entregou a planta para a fundação do povoado. Ok?

  • por Paulo, em 02.09.2015 às 11:47

    José Carlos... agora fiquei preocupado... teus comentários sempre são de elevados estímulos de carinho pelo nobre vereador Edmilson Campos, agora fiquei surpreso....

  • por Tato giraldelli, em 02.09.2015 às 10:13

    Retratando ! pelo comentário em nome do Junior do prejuízo da feira Mulitisetoria 2014,venho pedir desculpas ,pois o objetivo não era este, pelo tamanho do sucesso e movimento que foi PARA o "comercio de Cáceres " , estamos ainda em levantamento da mesma ,que em breve tudo será resolvido. caso algum associado estiver em duvidas pode me procura 9614-5721

  • por jose carlos, em 02.09.2015 às 09:13

    Na eleição da nova diretoria da associação de moradores da Cohab Nova, o vereador Edmilson Tavares nem compareceu para votar. Não tá nem ai com a comunidade. Vamos dar o troco nele ano que vem

  • por maneco silva, em 01.09.2015 às 20:15

    Cáceres tem seus segredos,comerciantes que se destacam um pouquinho já acham que podem colocar o nome em apreciação do povo, que já estão eleitos.Eu milito desde 1989 na política cacerense e sempre fui povão e periferia,mas jamais ví aventureiros políticos tão incompetentes e fracos como na atualidade,Cáceres regride cada dia que passa com esses nomes enespressivos e insignificantes. Confesso que tenho saudades de Antonio Carlos Souto Fontes na prefeitura e Sebastião (O BATICA) na câmara municipal .

  • por Heitor, em 01.09.2015 às 13:57

    Eh verdade Luiz Miguel, observatório perdeu o foco, isso se o objetivo inicial fosse o que apresentaram no início. Tomara mesmo que não seja apoio para ser cabide de emprego para que não tem experiência em áreas,ou para massagear o ego de filho de não sei quem, e tomara que nao utilizem o tal observatório para apoiar politicagem nas próximas eleições, se for isso melhor fechar as portas porque seria uma vergonha, ou falta dela !

  • por joao Souza, em 01.09.2015 às 12:03

    JUNIOR OS CANDIDATOS QUE COLOQUEI MEU VOTO SÃO PURA POLITICAGEM, TEM UM QUE ESTÁ NA CÂMARA QUE ACHO ATÉ QUE O SOBRENOME DEVE TER POLITIQUEIRO NO MEIO. TRISTE MAIS E VERDADE.

  • por Luiz miguel, em 01.09.2015 às 11:43

    Gostaria como associado ter acesso aos documentos que comprova esta denuncia senhor tato giraldele, pois pago minha contribuição todos os meses e meu dinheiro não é capim. quanto a sua gestão tato perdeu o foco digo porque, a associação comercial é para defender os interesses dos comerciantes, oferecendo cursos sobre como aumentar as vendas em meio a crise financeira por exemplo. e não para acolher observatório social entidade que fiscaliza órgão publico e pleiteia cabide de emprego na prefeitura e na câmara municipal isso sabem bem fazer agora temos que saber a competência de cada um, na outra gestão eu vendi mais de 20 mil reais na feira multissetorial da acec e esse ano não venderei nada pois não vai ter né tato pois ta brincando de ministério publico acec saudade de Jorge amedi e júnior na gestão deles teve 3 feiras onde o comerciante foi bem representado como Comerciante de verdade.

  • por Heitor, em 01.09.2015 às 10:53

    Eita, está para nascer políticos igual os nossos, sem contar nos lambe lambe como fala p parceiro do comentário, lambe lambe e que não falta aqui, se for pum aspira, tudo isso para ter uma Vaguinha para mamar sentado e se for com ar condicionado e móveis novos bemmmm melhor, xupa essa galera que meteu os votos nesse povo, agora é tarde, o perigo são eles ficarem mais 4 anos, só na sombra e água fresca com salário caindo na conta, vou me candidatar, também quero!

  • por Robson Souza, em 01.09.2015 às 07:48

    Não adianta pagarmos impostos, e o prefeito se matar para tentar verbas, enquanto os bonitinhos aumentarem folha de pagamento, trocarem móveis e ar né ? Faça-me o favor, esse povo parece que vive em um mundo de maravilhas, A FANTÁSTICA CÂMARA DE CACERES, Enquanto isso o povo que se lasque

Mais comentários
 
Sitevip Internet