Notícias / Direto da Fonte

21/04/2015 - 15:43 | Atualizado em 22/04/2015 - 11:46

Reeleição

Por Da Redação

A cavalheiro, porque ainda não foi contaminado pelo vírus da politica, o prefeito de Cáceres, Francis Maris (PMDB), não admite, mas acaba de lançar seu projeto de reeleição. A proposta está calçada na conclusão de um pacote de obras nos próximos vinte meses que ultrapassa os R$ 40 milhões de reais. Mais de 90% delas foram viabilizadas na gestão anterior do ex-prefeito Túlio Fontes (PSB). Além disso, ele aposta no repasse do FETHAB para recuperar ruas da cidade, estradas da zona rural, em uma reformar administrativa para amenizar o gigantesco desgaste com os servidores do município e no apoio do PDT do secretário de Saúde, Wilson Kishi, do deputado estadual doutor Leonardo e do governador Pedro Taques. O problema é que a estratégia pode não funcionar porque para concluir as obras, por exemplo, ele precisará de mais de R$ 4 milhões de recursos próprios para as contrapartidas, dinheiro que quer tirar do contribuinte com a cobrança do IPTU que por conta da atualização das alíquotas que compõem a base de calculo, teve um aumento de mais de 100% na maioria dos casos. Mas, pelo que a Coluna apurou, já há um plano B para o caso da popularidade do prefeito inviabilizar sua reeleição. A vice-prefeita Eliene Liberato Dias (PSDB) viraria a cabeça de chapa com Kishi ou alguém do PDT de vice. Para maioria das fontes ouvidas pela Coluna nos últimos dias sobre esta questão, o tempo e a burocracia são os adversários mortais do grupo que administra a cidade atualmente.
 
Oposição
 
A exposição da estratégia para eleição do ano que vem, empolgou ainda mais os opositores da atual gestão. Na próxima semana, a frente de oposição liderada pelo PSB, PP, PR e SOL volta a se reunir. A expectativa é para a adesão de novos partidos. Conforme o vereador Tarcísio Paulino (PSB), a partir de junho, a frente começa a elaboração de um projeto de governo que atenda os desejos dos cacerenses insatisfeitos com a forma como a cidade vem sendo administrada.
 
Matou
 
Com a ajuda do secretário de Saúde, Wilson Kishi (PSB), o prefeito de Cáceres, Francis Maris (PMDB), desarmou e desmoralizou o Observatório Social, ao colocar o filho do presidente da organização, Expedito Pereira, como secretário de Saúde do município. Fonte próxima ao prefeito revelou que dar o cala boca para os dublês de promotores públicos foi mais fácil do que ‘pegar rolinha na choça’.
 
Chapa branca
 
Além do Observatório Social, a Associação Comercial e Empresarial de Cáceres (ACEC), também é vista nos bastidores como braço político disfarçado da atual administração. Segundo uma fonte, a insatisfação com esse posicionamento da entidade pode ser visto na reação do empresário Ivan Griggi Moreira, Ivan da Lopes, que mesmo fazendo parte da atual diretoria da ACEC foi buscar apoio no CDL para entrar na Justiça contra os aumentos do Alvará e do IPTU. Outra instituição que também já está sendo vista como ‘chapa branca’ é o Conselho de Desenvolvimento e Integração Regional (Coderc), presidido pelo empresário Júlio César Laje, o Júlio da Semelc. Recentemente ele teria ficado tentado a assumir a Secretaria de Governo, em lugar de Deise Dier.
 
Queimação
 
Outro assunto que vem ocupando a mídia local nos últimos dias é o desentendimento entre a atual direção do hospital O Bom Samaritano e os médicos Francisco Cerravalo e Félix Alvares, que deixaram de atender na unidade e condicionam seus retornos ao afastamento do vereador Alvacir Alencar (PP) e da administradora Zeli Carvalho. O desentendimento vinha sendo visto como algo normal dentro de uma organização, até uma reportagem do jornal Expressão, reproduzida pelo Jornal Oeste, mostrar mais interesse político do que vontade de resolver os problemas do Hospital. Para mim, o episódio na verdade tenta manchar a imagem de Alencar e Zeli que há meses já haviam confidenciado a Coluna, que deixariam o Bom Samaritano em maio próximo. Zeli inclusive assume nesta semana a coordenação de Turismo da Sematur, a convite do prefeito Francis Maris (PMDB), com quem trabalhou no Grupo Cometa. Quem também retornou a Sematur foi o turismólogo André do Couto, que esteve cedido ao Estado por quatro anos.
 
Sematur
 
Por falar em Sematur, na semana passada fiquei muito feliz ao tomar conhecimento que o prefeito Francis Maris (PMDB), acatou uma sugestão nossa e deve licitar a exploração do casarão para que ele se torne um restaurante de comidas típicas. Outra ótima notícia será a inauguração no dia 10 de junho, na abertura do Festival de Pesca, da Casa do Artesão e do Centro de Eventos, localizados no pátio da Sematur. A Casa do Artesão, por indicação do ex-vereador Elsón Pires (PR), levará o nome da professora Dulce Curvo. Já o Centro de Eventos, com capacidade para mil pessoas, se chamará Sophia Leite, por indicação da vereadora Valdeniria Dutra Ferreira (PSD).
 
Desagradou
 
Soldados eleitorais do deputado doutor Leonardo (PDT), deixaram uma reunião realizada na semana passada com parlamentar na casa de Beto do Banco Brasil decepcionados com a postura do doutor durante o encontro. Muitos que alimentam a esperança de ganhar ‘um peito’ em troca do apoio na recente eleição, saíram da reunião tristes e surpresos em ver que a pele do cordeiro começou a cair.
 
Cilada
 
Por falar em doutor Leonardo (PDT), não deu certo a cilada armada por alguns de seus assessores conhecidos como ‘puleiros de patos’, para evitar a saída do cardiologista Sérgio Arruda do grupo no qual acabou de entrar. Convencido de que foi induzido ao erro ao se filiar prematuramente ao PDT para disputar a prefeitura de Cáceres no ano que vem, Ginho pulou fora da oferta para assumir a presidência da executiva do PDT. Fonte próxima a ele, revelou que o médico já está em busca de outra legenda e teria inclusive iniciado um namoro com o PPS de Geraldo Leão.
 
Sujou
 
Se depender do vereador Edmilson Tavares (PMDB), profissionais da política de Cáceres condenados civil e criminalmente não vão mais poder ser contratados para receberem na Câmara e da prefeitura municipal. Nos próximos dias o vereador vai exigir que o poder Legislativo e o município cumpram a Lei Lucia Gonçalves de 2012, sancionada pelo ex-prefeito Túlio Fontes (PSB), que cria a Ficha Limpa no serviço público municipal. Há expectativa que o vereador proponha uma emenda a Lei para impedir que esposas, filhos, noras e outros parentes até o terceiro grau sejam usados para driblar a Lei.
 
Cadim
 
Já o vereador Salmo César (PROS), deve finalizar esta semana estudo para possível apresentação de uma Lei criando uma lista negra para empreiteiras e prestadores de serviço do município. O objetivo é impedir que empresas que não concluíram obras ou fizeram obras de má qualidade voltem a ser contratadas.  A motivação para a apresentação da proposta cresceu com má qualidade da obra de pavimentação ao acesso do IFMT feita recentemente pela construtora T&W de Goiás.
 
Sozinho
 
O vereador cabo Pinheiro (PRTB) é sério candidato a ficar sozinho na legenda e ter uma eventual candidatura à reeleição inviabilizada. Esta semana, uma fonte do seu partido revelou que o esvaziamento é praticamente certo e que até o enjeitado Odenir Nery já estaria de malas prontas para o PDT de doutor Leonardo.
 
Lelê
 
Falando em eleição de vereador em Cáceres no ano que vem, Lenilson Pereira, deve substituir o pai, o ex-vereador cabo Nilson (PSD), na disputa. Ocorre que assim como Fonseca da Jaó (PSC), o cabão também não prestou contas na eleição anterior e está inelegível. O vacilo de Fonseca beneficiou diretamente o seu chefe imediato, o secretário de Obras, Walter Zacarquim que é candidatíssimo a vereador assim como os colegas da atual administração Claudio Henrique, Nelci Longhi, Júnior Trindade, Júlio Parreira e Bruno Teixeira de Vila Aparecida.
 
Point
 
O gabinete do vereador Domingos Santos (PSC), foi eleito o ponto de encontro de desocupados na Câmara de Vereadores de Cáceres. Luiz da Guia, o braçal da prefeitura que ganha R$ 9 mil reais por mês sem trabalhar, é um dos mais assíduos frequentadores do espaço. Ele está tão à vontade na Câmara que já está prestando até assessoria para alguns vereadores. Segundo uma fonte, a audiência sobre a destinação do IPVA realizada recentemente por iniciativa da vereadora Valdeniria Dutra (PSD), foi ideia do da Guia.

Comentários

inserir comentário
20 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Joed Luiz, em 27.04.2015 às 11:32

    Com todo o respeito a nossa saudosa, vereadora e professora Lúcia Gonçalves, devo concordar com o Milton. Pois, o pt: é e sempre será, "o partido dos trabalhadores que não trabalham, dos estudantes que não estudam e dos intelectuais que não pensam".

  • por Milton, em 25.04.2015 às 23:43

    O unico legado da Prof.ª Lucia, nao é mesmo? Orlandir, depois disto é IM!

  • por Jacira M. Lente, em 24.04.2015 às 10:11

    alguma melhoria pra Cáceres trazida pelo Deputado Dr. Leonardo? Alguém pode me dizer qual? E o Federal Esequiel, tbm trouxe algo? Já fazem 4 meses, daqui meio do ano, fim de 2015, e nada de bom para Caceres. Vamos cobrar esses politicos que pediram votinhos, deram tapinhas nas costas e prometeram que iriam ajudar Cáceres. E QUAL SENADOR AJUDOU CÁCERES TBM?

  • por SERVIDOR, em 23.04.2015 às 21:45

    Não podemos esquecer a pressa que o secretário de saúde quer aprovar o plano municipal de saúde, ele acha que vai conseguir ludibriar o conselho municipal de saúde para fazer sua cama politica. Abra o olho, o plano não é feito apenas por gestores, precisa de uma equipe técnica. Isso não ocorreu...

  • por Maneco, em 22.04.2015 às 21:50

    Eu analisei os comentários dos colegas,mas quero dizer ao colega José Marcondes,o PDT é partido de pessoas compromissadas com Cáceres e preocupa com o progresso da nossa sofrida e usada Princesinha do Paraguai.Eu sou militante do PDT desde de 1990 e ajudei muitos políticos se destacarem ou elegerem e depois deixarem a sigla por interesses próprios,como é de costume dos políticos floxos e sem atitudes.MAS NÃO DEIXAREI DE PARTICIPAR DO PROCESSO DEMOCRÁTICO MAIS IMPORTANTE DO MEU MUNICÍPIO,ESTADO E PAÍS por causa de caroneiros safados e corruptos. Obs. Não é o partido que faz o homem,sim o homem que faz o partido político

  • por Lucas Nobre, em 22.04.2015 às 14:23

    Será que a T & W consegui executar as outras obras assumidas pela notícia abaixo.

  • por Mercedes Butantan, em 22.04.2015 às 10:28

    Deveriam exigir uma foto dos tornozelo dos interessados em ocupar cargos públicos e também dos candidatos a prefeito, senadores, vereadores. Aqui em Cáceres tem um político que engordou muito, pois tá mamando igual leitão novo...estão fabricando tornozeleiras mais grossas prá abrigar a "canela" do artista. Nesses dias vão vê-lo pelas ruas esburacadas de Cáceres, de meião "cáqui", de botas sete léguas, carça comprida...tudo com o intuito de esconter o adereço.

  • por o kara, em 22.04.2015 às 10:06

    Cáceres está abandonada,é só andar pelos bairros periféricos para observar isso,ruas intransitáveis cheios de buracos e matos,muitas lampadas queimadas,saúde precária,tiraram os ônibus que transportavam os idosos para o passeio,ficam só preocupados com reeleição.vamos tirar o pé do chão,largar de reclamar e trabalhar pois ainda há tempo para melhorar a nossa princesinha do paraguai.

  • por Leandro, em 22.04.2015 às 09:53

    A educação municipal de Cáceres deixará de receber uma grande quantia em verbas, por falta do Plano Municipal de Educação. Este instrumento é de responsabilidade do SME, a qual não tem demonstrado interesse em construí-lo. Diante do descaso, um grupo formado pelo CME, Unemat, Cefapro e outros parceiros tentam de todas as formas cumprir com a responsabilidade da atua gestão. Essa é a Cáceres dos próximos anos, vamos acordar que de agora para frente o prefeita irá abrir os cofres públicos...

  • por JOSE IGNACIO, em 22.04.2015 às 09:01

    O POVO CACERENSE NÃO É BOBO, O BRUNO DA VILA APARECIDA CHEGOU AGORA NA PREFEITURA E SÓ ESTA FAZENDO O PAGAMENTO DENTRO DO MÊS PORQUE É UMA OBRIGAÇÃO E NADA EXTRAORDINÁRIO. O POVO NÃO É BOBO TEM MUITOS NOMES A CANDIDATO A VEREADOR MELHOR QUE ESTE.

Mais comentários
 
Sitevip Internet