Jornal Oeste

Cáceres, Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020

Notícias / Cidade

26/06/2009 - 00:00

Futebol: Mixto pode estrear novo patrocínio em Cáceres

Por Jornal Oeste

Oliveira Júnior O Banco BMG, atual patrocinador da ginasta Jade Barbosa, pode assinar contrato com o Mixto nas próximas horas e estrear sua marca, sábado, em Cáceres, diante do América-MG, na quarta partida da equipe na Série C do Campeonato Brasileiro. A notícia foi dada pelo presidente da Associação dos Amantes do Futebol Mato-grossense e Amigos do Mixto (Afam) Éder Moraes, na noite de quarta-feira. Em entrevista à Rádio Mega FM, o presidente que também acumula o cargo de secretário de fazenda do Estado, confirmou a negociação. "Talvez a marca do banco BMG esteja na camisa do Mixto nesse sábado. Poderemos ter esse patrocínio por até um ano", disse Moraes. O BMG, que possui um escritório, chamado de correspondente administrativo em Mato Grosso, já patrocinou o Vasco, e clubes do Campeonato Mineiro. Recentemente a instituição financeira investiu em merchandising na novela "Paraíso", da Rede Globo. Moraes não citou o valor exato da negociação, mas garantiu que a intenção é pleitear algo em torno de R$ 100 mil/mês e manter um estreita relação com o banco, que garante a manutenção das atividades do clube no restante da temporada. "Ainda não fechamos, estamos engociando, mas essa negociação será feita via associação (Afam)", avisou Moraes. Ao citar os investimentos, Éder Moraes, confirmou que o elenco deverá se reduzido. "Não vamos manter a mesma equipe após a Série C (que termina em outubro), vamos reduzir os gastos. Gestão de um clube tem que ser feita com muita honestidade, com muita transparência. Eu sempre digo que o crédito vale mais que dinheiro. Na falta dele, o crédito acaba suprindo", disse, acrescentando: "O Mixto será irrigado todos os meses, valorizando as categorias de base. Mato Grosso é um dos maiores exportadores de craques e não conseguimos mantê-los aqui. É um trabalho a médio, longo prazo. Vamos perseguir esses resultados com muita persistência", disse. Técnico pede apoio e confirma Dias como titular Antes de embarcar para Cáceres, local do jogo diante do América Mineiro, o técnico do Mixto, Marcelo Vilar, pediu paciência à torcida. Ao afirmar encarar com naturalidade a pressão por resultado positivo neste sábado, ele vê evolução na equipe, que faz sua quarta partida no Campeonato Brasileiro da Série C - são duas derrotas e uma vitória. "Não é de uma hora para outra que o time irá apresentar um futebol vistoso. É preciso tempo para ganharmos o entrosamento ideal e até mesmo todos os jogadores estarem num mesmo nível, seja físico ou técnico", frisou, citando como exemplo o atacante Alex Dias e o volante Thiago Fraga, ambos cotados para sair jogando neste sábado, no estádio Geraldão. Os dois jogadores foram os últimos reforços a serem incorporados no elenco e ainda buscam melhor condicionamento. Para a partida diante do líder da Chave C, o América, hoje com sete pontos ganhos, Marcelo Vilar promete várias mudanças no time. Uma coisa é certa, Alex Dias, ex-Vasco da Gama e São Paulo, tem sua escalação confirmada ao lado de Finazzi. Por outro lado, o técnico faz suspense se mantém Tiago Tiziu como terceiro atacante ou promove o retorno do zagueiro Bebeto na defesa, ao lado de Fred e Cacá. Em outros setores, está praticamente confirmado o retorno de Ezequiel na lateral-direita e de Cleiton na esquerda na vaga de Rodrigo Ítalo. Na cabeça-de-área, nova dupla de contenção formada por Thiago Fraga e Chicão, este muito elogiado por Marcelo Vilar. No meio-campo, Washington e Alex Sorocaba brigam pela posição deixada pelo titular Aílton, que está lesionado. Com uma vitória, o Mixto ocupa a quinta e última posição do grupo com apenas três pontos somados em nove disputados. Presidente da Afam cobra elenco e até do prefeito Sobre a cobrança dos torcedores, que não engoliram a derrota em Gama (2 a 0), e exigem a reabilitação em Cáceres, diante do América-MG, amanhã, Moraes voltou a falar em raça por parte dos contratados. "Os jogadores tem que saber honrar essa camisa do Mixto, como os torcedores o fazem e eu vi lá no Gama, dois deles, com a bandeira do clube", disse, acrescentando: "Os jogadores que não entrarem na nossa filosofia, é melhor fazer a mala e voltar pra casa. Tá na hora de ter brio e partir pra cima. Vi o jogo no Gama, onde alguns jogadores estavam se matando, como o Finazzi, mas outros chutavam para a estratosfera. O Marcelo (Vilar) conversou com os jogadores e cobrou muito esse resultado", completou. Ainda em tom de cobrança, Éder disse que aguarda uma ajuda financeira prometida pelo prefeito Wilson Santos. "O Wilson tinha prometido uma ajuda para contratar o Alex Dias, ficou na conversa", disse Éder Moraes. Arbitragem - No sábado passado, de posse de uma denúncia contra a arbitragem brasileira, feita ao Ministério Público Estadual, Éder Moraes foi à Gama, ver de perto se o árbitro da partida não prejudicaria o Mixto. Moraes se mostra satisfeito e já vê resultados: "O trabalho de investigação do doutor Marcelo Ferra (procurador) já fez efeito. A CBF já mandou um árbitro de Série A para dirigir essa partida", disse, referindo-se a escalação de Wilson de Souza Mendonça.
 
Sitevip Internet