Notícias / Saúde

02/06/2009 - 00:00

Dengue faz 32ª vítima em Mato Grosso

Por Jornal Oeste

KEITY ROMA Da Reportagem Um homem de 29 anos de idade morreu com suspeita de dengue hemorrágica no Pronto-socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) durante o final de semana. F.R.C morava na cidade de Diamantino (a 209 quilômetros da Capital) e faleceu no sábado (30). Outras duas pessoas morreram com a doença na semana passada na unidade hospitalar. Com o novo caso, sobe para 32 o número de mortes possivelmente causadas pelo surto de dengue este ano em Mato Grosso. A gerente da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá, Flávia Dias Duarte, afirma que o material colhido da nova vítima foi encaminhado para exame laboratorial. F.R.C estava internado no PSMC desde o dia 20 de maio. Após a entrada no hospital, ele foi encaminhado diretamente para a UTI, mas no dia seguinte foi liberado pelos médicos e transferido para a ala criada para pacientes com dengue. Com uma recaída, no dia 27 de maio a vítima foi encaminhada para um leito no semi-intensivo, que a unidade hospitalar diz funcionar como uma espécie de UTI. F.R.C faleceu no local. Essa é a segunda morte entre a população do município de Diamantino causada pela dengue este ano. Já Cuiabá acumula este ano 7.671 casos de dengue, sendo 92 do tipo hemorrágico e 65 com complicações. Em 2009, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) já registrou ao menos 994 casos graves da doença, recorde histórico no Estado. “A gente está percebendo uma redução no número de casos, mas as chuvas ainda não pararam e a população precisa continuar tomando os mesmos cuidados para eliminar os criadouros do mosquito”, alerta a gerente da Vigilância Epidemiológica. Apesar da redução na quantidade de chuvas nas últimas semanas, há ainda uma população numerosa dos mosquitos transmissores do vírus no Estado e os casos de dengue hemorrágica não param de surgir. Na quarta-feira, dia 27, a funcionária pública Marina Ferreira de Assunção faleceu com suspeita de dengue em Cuiabá. Na mesma semana a menina Karine do Espírito Santo, de 7 anos, também morreu com o vírus. Cuiabá já acumula 13 mortes com suspeita da doença - seis confirmadas.
 
Sitevip Internet