Artigos / Mireni de Oliveira Costa Silva

08/03/2021 - 20:18 | Atualizado em 08/03/2021 - 20:21

Reflexões sobre a Pandemia no dia 08 de março, Dia Internacional das Mulheres

Sou uma mulher brasileira, sou cidadã, e, como tal, cumpro com as minhas obrigações legais, pago impostos rigorosamente e, portanto, contribuo para o desenvolvimento do país, do Estado de Mato Grosso e de Cáceres, onde resido.
 
E por me sentir legitimada e muito indignada é que escrevo a vocês para denunciar o descaso do Governo brasileiro em relação à pandemia da covid-19.
  
A despeito da autonomia, da soberania dos povos, da independência, o mundo está assistindo de braços cruzados o genocídio que ocorre no Brasil e simplesmente não faz nada.
 
Não existe soberania, independência e autonomia para mortos, e o Brasil está morrendo!!
 
Não podemos cruzar os braços e achar que isso é normal. ISSO DEFINITIVAMENTE NÃO É NORMAL!!
 
Este governo, que foi eleito democraticamente, está oferecendo para o seu povo o transporte para a morte quando se recusa a agir como chefe de Estado. Um governo que vive com todas as regalias possíveis, pagas com o dinheiro, o sangue e a morte do povo.
 
TODAS AS VIDAS, EM TODOS OS LUGARES, IMPORTAM!
 
A despeito do “eleito democraticamente”, estamos enterrando parentes, amigos, desconhecidos, projetos, sonhos e esperança todas as horas, todos os minutos, todos os dias.
 
Nós precisamos salvar vidas, nós precisamos de AJUDA!! Precisamos salvar a nossa história, memória, precisamos salvar nossos povos originários, nossos idosos. Corremos um sério risco de sermos um país sem memória histórica. Nosso povo está morrendo e as instituições brasileiras estão atreladas e comprometidas com um modelo de gestão pública que não está contemplando a vida em sua plenitude. Um modelo de governança que coloca o sistema financeiro em primeiro lugar, em vez da vida das pessoas, do seu povo. Esse modelo não está preocupado em salvar vidas, caso estivesse, já teria comprado as vacinas desde o ano passado, já teria realizado um planejamento para vacinar a população, no lugar de investir milhões de reais em cloroquina sem indicação confirmada para o tratamento da covid-19. E, se isso não bastasse, um governo que gasta milhares de reais do povo para enviar comitiva a Israel para ver de perto um “suposto gás” para tratar a covid-19, isso é um descalabro sem precedentes! E até quando vamos aceitar de olhos vendados essa aberração?
 
Estamos numa nau sem timão nem timoneiro!
 
Estamos morrendo e pedimos socorro, pedimos ajuda!
 
A grande maioria absoluta da população brasileira é pobre, milhões de pessoas vivem abaixo da linha da pobreza, na mais absoluta miséria, e os governantes não estão preocupados com isso.
 
O Governo central, personificado na figura do inquilino do Palácio do Planalto, dá mau exemplo quando aglomera e não usa máscara, fala que a covid-19 é uma gripezinha, que não é coveiro para contabilizar mortos, que o povo tem que que parar de mimimi, falas essas amplamente divulgadas pela imprensa e redes sociais. Esse comportamento tem materializado a ideia de que o povo não precisa se cuidar, se precaver com medidas de prevenção, como não aglomerar, usar máscaras, álcool 70º e lavar as mãos com sabão. Medidas simples e eficazes para a prevenção, mas o que temos assistido é exatamente o contrário, gestores públicos muitas vezes tendo que tomar medidas consideradas estranhas ao ordenamento jurídico para inibir comportamentos contrários às recomendações sanitárias, inclusive com manifestações públicas contra o uso dessas medidas, num total afronta ao direito à vida, à segurança sanitária e o respeito à dignidade da pessoa humana.   
  
Eu quero viver, quero ter minha família viva, assim como os meus amigos e os desconhecidos também, não quero olhar a internet, assistir a um noticiário e só ouvir e ler sobre mortes e desmandos de políticos que não respeitam as instituições, que não respeitam o povo, que não respeitam a vida. BASTA!!!
 
Eu gostaria, finalmente, que, apesar das discordâncias de ideias, um sentimento prevalecesse, o de que é importante salvar vidas. São pessoas, bisavós, avós, pais, mães, filhos e filhas que estão morrendo, em muitos casos por negligência, por falta de socorro, por falta de governantes que priorizem o seu povo, sua gente, suas memórias e sua história. Precisamos acreditar que para além de trabalhar, produzir, divertir-se, precisamos estar e continuar vivos, temos uma história para viver e construir.
 
E, especialmente hoje, 08 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, é importante fazermos ressoar o sentido da vida da mulher, o que ela significa, qual o seu papel neste contexto tão dramático em que estamos vivendo. São mães que estão perdendo seus filhos e maridos, muitas vezes o único provedor de seus lares, parentes próximos e que estarão a construir novas e solitárias histórias de vida.
 
Vamos todos refletir sobre isso e exigir, numa só voz, que queremos VACINA porque pagamos caro por ela e não podemos aceitar que por politicagem e muita incompetência estejamos enterrando pessoas dia e noite neste país, pois todas as vidas importam!!!!
 
Abraços de esperança por dias muito melhores!!
 
FELIZ DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES!!
 
Verão triste de 2021
Mireni de Oliveira Costa Silva

por Mireni de Oliveira Costa Silva

Oficiala de Justiça do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso; Mestranda do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito, oferecido pela Universidade de Marília (UNIMAR) em parceria com a Escola Mato-Grossense de Magistrados (EMAM); Especialista em Direito Processual Civil pela Escola do Ministério Público de Mato Grosso; Especialista em Direito Processual Penal pela Universidade Gama Filho; Especialista em Poder Judiciário e Atividades dos Oficiais de Justiça pela AVM Faculdade Integrada; Graduada em Direito e licenciada em Pedagogia pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT).
 
+ artigos

Comentários

inserir comentário
2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Cléverson, em 12.03.2021 às 12:49

    Excelente redação, porém discordo veementemente das alegações.

  • por Maria do HortoTiellet, em 12.03.2021 às 08:46

    Mireni, você expressou o sentimento de muitas mulheres. Penso que a pandemia reafirma ainda mais a data, como data de denúncia, de luta, de indignação mas de esperança de que tudo voltará ao normal. O que inclui o julgamento pela justiça daquelas que por politicagem, incompetência e inoperância ajudaram o vírus a sufocar a vida de milhares de brasileiras e brasileiros.

 
Sitevip Internet