Artigos / Julia Belle Lampert

27/04/2019 - 08:23

A morte

A MORTE... UM EIXO DA ENGRENAGEM QUE SUPRE OS MOVIMENTOS DA EXISTÊNCIA...
AO NASCER DOS RAIOS COMO NÃO SENTIR A ENÉRGICA FONTE DE ONDAS QUE TOCA E ENTRA NUM PEQUENO COLAPSO DE HIDRATAÇÃO POR CALOR?...
NO CALOR DA PELE, NAS VEIAS. DAS FOLHAS NA SOMBRA DA FLOR NA FRUTA, DO AR NA MADRUGADA... 
OLHA O AR ÚMIDO ANTES DE NASCEREM OS RAIOS... 
DANÇAM COMO NUMA VALSA FANTASIADA DE FANTASMA, SOME E APARECE, BOIANDO POR DE CIMA DAS TELHAS, EXPIRANDO POR ENTRE AS ÁRVORES
CONTAMINANDO O RESTO SATISFEITO DA AURORA
SUMINDO DENTRO DA AURA DO SERENO, SERENA.... 
SÃO OS MESMOS MOVIMENTOS DE FORMULAR UM ORVALHO, QUÍMICO
O ESQUILO DE CALDA VERMELHA A MENINA SOZINHA NO RIACHO, ACOMPANHANDO A ALMA FLUIR DE CIMA A BAIXO, AS BOLHAS CARREGANDO O SUBSTRATO... 
A VIDA... UM EIXO DA ENGRENAGEM QUE SUPRE OS MOVIMENTOS DA EXISTÊNCIA....
COMO NÃO VERMOS O SILÊNCIO SENDO DONO DE TODO ESSE SENTIR ESSENCIAL PARA A ENGRENAGEM OCUPAR SEU ESPAÇO NO TEMPO?...
SEM VERMOS, SENTIR NOS COLORE POR DENTRO, SE VERMOS NOS COLORE TAMBÉM TUDO CHEGA NA HORA DE BORBULHAR, TUDO CHEGA NA HORA CERTA, NÃO SE ESPANTE E AME... 
A LUZ QUE É ABSORVIDA E INTENSIFICA EXPOR CADA CORZINHA DE ACORDO COM SEU CALOR, É A ENERGIA DE CADA CONSTELAÇÃO EM FAZER E DESFAZER OS RAIOS... 
ENTÃO COMO PODERIAM TATOS FASCÍNIOS PREOCUPAREM-SE? 
NÓS MESMOS, SOMOS A MÚSICA ENSURDECEDORA QUE EMBALA O SERENO...
NOSSA DOR É CALMA E FAZ CRESCER
NOSSA FELICIDADE É SUBSTRATO DA FRAQUEZA MAIS FORTE QUE AS CORES DO SOL, 
ILUMINA TUDO...
É O QUE TAMBÉM ANTECIPA A REVOLTA.... A VIDA ANTECIPA A MORTE E A MORTE ANTECIPA A VIDA.
O FIM, NO FIM ESTÁ PRESENTE COMO EM SI MESMO O INÍCIO.
ESSES ESPAÇOS SE PROLIFERAM E INVENTAM MAIS ESPAÇO COMO VERMES INCONSEQUENTES QUE NUTREM O GÁSTRICO
QUE NUTREM A CARNE NO ATO PUTREFATO, E O ESTÔMAGO CADA VEZ MAIOR E FAMINTO, E A TERRA CADA VEZ MAIOR E QUENTE. 
ENTÃO COMO PODERIAM TATOS FASCÍNIOS PREOCUPAREM-SE? 
PERCEBAM A REVOLTA, E A DEIXE SENTIR O SEU INTERIOR INTERLIGADO A TUDO.
ENSURDECER É LER TUDO QUE EMANA INTERVALOS DE SABEDORIA PARA APRENDER A FALAR.
CALOR SENTIMOS PELO QUE OCORRE NO FUNDO DA TERRA, E NA CALÇADA VESTIDA DA MAIS PURA ERVA DANINHA CURATIVA: GRAMA... 
GRATIDÃO PELAS CALÇADAS DAS PRAÇAS QUE SE DOBRAM E OS FARELOS QUE SE DEBRUÇAM DENTRO E FORA DO CAMINHO SE REVELANDO AOS PÉS DOS BICHOS TODOS, DAS CONSCIÊNCIAS TODAS
DIZEM SILENCIOSAMENTE: 
A TERRA ESTÁ AQUI, ESSA É A CURA EM RESINIFICAR A VIDA E A MORTE DE CADA INSTANTE E AMADURECER A GRATIDÃO DE SER... 
NÃO SE PREOCUPE, A DOR VEM E PASSA E NELA SE NUTRE A FORÇA DE MAIOR GRAÇA.
DENTRO DOS CAULES E NOS OLHOS, EM CADA GESTO EM CADA SOMA, EM CADA FALTA EM CADA ALMA SEM MALA QUE EXALA...
ESSE AMOR É O SOL FALANDO QUE SIM: ESSAS ESTRELAS TODAS SÃO FURINHOS DE FOGO NUM PLANO QUE NOS COBRE DE NOITE... 
QUANDO VIRAMOS NOSSOS ROSTOS AO PRAZER DE SER GRATO COM A VIDA E A MORTE, SENTINDO A LUZ BROTANDO, RASGANDO A PRAÇA E O CÉU.... AMANHECE CALMARIA PARA SEMPRE. 
E O CÉU AZUL, CINZA QUE SEJA, ROXAS NUVENS, É O PLANO ESPIANDO-NOS AO CRESCIMENTO, É UMA PLATAFORMA QUE SE ABRE LENTAMENTE NUMA VALSA CADENTE DE LUZ... 
E A GENTE SENTE. 
Julia Belle Lampert

por Julia Belle Lampert

Mora em Cáceres e é estudante e poeta.
+ artigos

Comentários

inserir comentário
0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet