Artigos / Julia Belle Lampert

26/02/2019 - 09:27

BENEDITAS BENEDITA BIBIANA BEATRICE BÁRBARA´s

 Seus filhos mortos estirados no chão, estraçalhados por dentro com cortes profundos e tiros imundos queimando a roupa, o pó.

As mães se limitam ao sentimento de fé que ferve as veias liquefazendo, condenando, clamores aos gritos para a ressurreição, para que se levantem mais fortes do que já pareceram algum dia, andando de bicicleta, empinando pipa, ou algum momento anterior ao ato corajoso de render-se ás expressões soltas enfim ao além, para que se reerguessem livres de pecado e presos de perdão. Enfim, um poema morre, uma mãe roxa, putrefazendo o luto.

Bárbaras Biblianas Benditas, são as mães em suas orações, recolhem o choro e esperam regar a planta do fim.
Julia Belle Lampert

por Julia Belle Lampert

Mora em Cáceres e é estudante e poeta.
+ artigos

Comentários

inserir comentário
6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Gilmar, em 21.03.2019 às 09:27

    Parabéns Julia...!!!

  • por Veronique, em 12.03.2019 às 16:08

    Fico muito feliz e emocionada a cada poema. Parabéns! Que Deus te ilumine sempre.

  • por Odair José da Silva, em 28.02.2019 às 15:34

    Que maravilha! Fico feliz em ler os seus poemas. Maravilha!!!

  • por MANOEL FRANCISCO DE CAMPOS NETO, em 26.02.2019 às 19:43

    PARABÉNS, PARABÉNS pela beleza do texto !! Continue assim e o Brasil em breve terá mais uma poetisa !! Abraços nossos em todos.

  • por Luis Turdera, em 26.02.2019 às 14:25

    Parabéns Julia Belle.

  • por Rosangela lazarin, em 26.02.2019 às 12:20

    Linda poeta e poesia

 
Sitevip Internet