Artigos / Juliana Giraldini

04/09/2017 - 10:32

Cano

Enviar para um amigo Imprimir
Acabei de dar o cano num rapaz do Tinder.

Até aí, nada demais, afinal de contas o aplicativo é pra isso mesmo...vc cana e descana alguém. Mas o que eu quero falar aqui é sobre ser broxante.

Vamos dizer que o nome do cidadão é João.

Rolou o match com o João e trocamos whats. Massa, né? 
O rumo natural das coisas.

Começamos a conversar. 
Bem...eu comecei a conversar.

João não sabe se comunicar. 

Mandou fotos.

Gostoso nível 9,75. 
Daqueles que a gente fala 'gostoso' com todos os 'Os'. 

Deu aquele arrepio na nuca, na espinha, no estômago, e bem...na pélvis, nem se fala. Daqueles que a gente, quando se é bem resolvida, saliva. 

Mandei as fotos dele pras amigas pros amigos, pra minha família, pros vizinhos, até mostrei pro Banzé, afinal eu queria ostentar a ostentação do moço. Tava de parabéns!

Aí mandou mais fotos e uma palavra escrita com K. 

Kero.

Várias palavras escritas com K, que não dá pra reproduzir na página de um jornal.

E tinha cedilha no lugar dos "esses".
Escreveu "voçê"...

Percebi que ele definitivamente não sabia o que era uma cedilha.

Mandou um áudio. 

Falou algumas coisas e de repente, ele disse: "pobrema"!

Você que é meu amiguinho e amiguinha, sabe que, pra mim, esse 'pobrema' é um problema. 

Mas...temos outro porém.

É bacana o fato de ficar com um desconhecido. Claro que é. Perigo, medão, etc...Você encontra, faz o que tem que fazer e tchau.

Mas aí eu fiquei velha. Velha não. 

Seletiva.

Nada me impede de ficar com um desconhecido. Nada.


A não ser o "pobrema"!
Juliana Giraldini

por Juliana Giraldini

é publicitária há 20 anos. Ou como ela mesma gosta de falar, é Publicitária Rural ou Fazendeira Criativa. Há 1 ano trocou São Paulo por Cáceres e se diverte criando Logotipos e vacas leiteiras, alimentando galinhas e Redes Sociais, e fazendo queijo, geleias e Anúncios.
+ artigos

Comentários

inserir comentário
1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por Paulo, em 06.09.2017 às 10:45

    Realmente isso é pobrema mesmo rsrsr Muito bom o texto, gostei muito, parabéns!

 
Sitevip Internet