Plantão:
Passagem de ônibus Cuiabá/Cáceres sobe para R$ 39,89 nesta quarta
NOTÍCIA »

Voltar a página anterior     Versão impressa       A[+]    A[-]  

Passagem de ônibus Cuiabá/Cáceres sobe para R$ 39,89 nesta quarta

Publicidade
Da Redação C/Informações Ager MT

O preço das passagens nas linhas rodoviárias intermunicipais de Mato Grosso sofrerá um reajuste de 4,99%. As novas tarifas entram em vigor nesta quarta-feira (02), O reajuste vale para os 105 contratos de empresas do setor, em Mato Grosso. A tarifa do transporte entre no Cuiabá e Várzea Grande e Santo Antônio de Leverger, consideradas de caráter urbano, não será reajustada por este cálculo por ter prazos e metodologia diferenciados.

Com o aumento, o preço da passagem em alguns itinerários, por exemplo, passa a ser o seguinte: Cuiabá para Rondonópolis (212 km ao Sul) de R$ 36,00 para R$ 37,79; da Capital para Sinop (500 km ao Norte) de R$ 87,50 para R$ 91,85. Entre Cuiabá e Chapada (67 km ao Norte) o valor passa de R$ 10,35 para R$ 10,86 e para Cáceres de R$ 38,00 para R$ 39,89.

O reajuste foi definido pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager-MT), na sessão regulatória realizada na segunda-feira da semana que passou e contou com a participação do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros (Setromat), da Superintendência do Estadual do Procon e empresários do ramo.

A coordenadoria de Estudos Econômicos da Ager-MT considerou para o cálculo da nova tarifa, o custo do passageiro por quilômetro em rodovias de terra e asfaltadas e uma planilha tarifária que envolve todos os insumos que incidem sobre o custo operacional das empresas: combustíveis, lubrificantes, pneus, recapagem, veículos e salários. As pesquisas de mercado foram realizadas in loco na Capital do Estado, pela Agência de Regulação junto aos fornecedores das empresas de transporte intermunicipal.

De acordo com a planilha tarifária, o reajuste em Mato Grosso está abaixo do percentual estipulado pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), no transporte interestadual, de 7,04% e, acima dos principais índices de inflação do país como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) que entre julho de 2008 e maio de 2009, foi de 4,80%.

A coordenadoria de Estudos Econômicos da Agência de Regulação está analisando pedidos de seis empresas interessadas em realizar tarifas promocionais no Estado.

Por: Jornal Oeste em 01/09/2009 00:00:00

» Mais notícias
Elias Leal tem contas de 2013 Aprovadas por Unanimidade pelo TCE
Crea-MT lança obra de sede própria em Mirassol hoje
Unemat recebe conceito QUATRO em recredenciamento Inep/MEC
Cacerense morre em acidente na estrada da Guia
Leonardo faz arrastão na Cavalhada


» COMENTE AQUI

Nome: *
E-mail: *
Cidade:
Comentário:  *Excedido o numero de caracteres.
Digite o texto da imagem ao lado:
 

» COMENTÁRIOS

Nenhum comentário nesta notícia.

 

   
Copyright © 1997 - 2014 • Jornal Oeste • Todos os direitos reservados
online