Plantão:
Juiza Graciene Mazeto vai para Diamantino e juíz Carlos Roberto para Sinop
NOTÍCIA »

Voltar a página anterior     Versão impressa       A[+]    A[-]  

Juiza Graciene Mazeto vai para Diamantino e juíz Carlos Roberto para Sinop

Foto: Assessoria
O Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso realizou na manhã desta segunda-feira (15 de outubro) a promoção de 48 magistrados para a Terceira Entrância do Poder Judiciário Estadual. A promoção ocorreu pelos critérios de merecimento e antiguidade, nessa ordem, e a votação dos desembargadores foi aberta e fundamentada. O concurso de promoção ocorreu em sessão extraordinária administrativa, que teve início às 9h30.

Ao final da sessão, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Rubens de Oliveira Santos Filho, destacou que a promoção concluída hoje foi um passo significativo e ressaltou o esforço do colegiado para permitir o avanço na carreira de todos os magistrados. O presidente determinou que todos os juízes promovidos entrem em exercício no próximo dia 17 (quarta-feira).

Na avaliação do presidente da Associação Mato-Grossense dos Magistrados (Amam), Agamenon Alcântara Moreno Júnior, o presidente do TJMT está cumprindo uma promessa feita durante o seu discurso de posse, ocasião em que se comprometeu com a movimentação da carreira dos magistrados. O presidente da Amam ressaltou que a promoção significa segurança e tranqüilidade para o magistrado, já que a profissão é baseada na carreira. “É sem dúvida uma motivação para o magistrado, que se refletirá na prestação jurisdicional”, enfatizou.

Uma das magistradas promovidas foi Patrícia Ceni dos Santos, que conquistou a titularidade da Primeira Vara de Diamantino. A magistrada contou que já atuava na vara, mas como designada. Nesse caso, poderia ser designada, por interesse da Administração, para qualquer outra comarca, inclusive a Segunda Vara de Nova Xavantina, da qual ela é a titular.

A magistrada salientou que além da segurança, a promoção é um impulso na carreira dos magistrados, que estava sendo esperado há mais de quatro anos. Ressaltou ainda que com a titularidade da Terceira Entrância, os magistrados poderão se inscrever para as vagas que serão abertas nas comarcas de Entrância Especial.

Também foi promovido hoje a juiz titular da Vara Criminal da Comarca de Tangará da Serra o magistrado Cleber Luis Zeferino de Paula, que estava designado para a Sexta Vara de Alta Floresta. O magistrado considerou que a promoção trará mais segurança e tranqüilidade no trabalho, além de motivação, ao perceber que está progredindo na carreira.

As vacâncias foram abertas por meio do Edital nº 12/2012, que tornou públicas 48 vagas para magistrados que atuam na Segunda Entrância passarem a atuar na Terceira Entrância.

Confira abaixo as varas que foram providas pelo critério de merecimento:

- Vara Especializada dos Juizados Especiais de Barra do Garças – Leonardo C.C. S. Pitaluga
- Terceira Vara de Primavera do Leste – Renata do Carmo Evaristo Parreira
- Segunda Vara de Sorriso – Rhamice Ibrahim A. A. Abdallah
- Quarta Vara de Sorriso – Carlos José Rondon Luz
- Sexta Vara de Sorriso – Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa
- Sétima Vara de Sinop – Rachel Fernandes Alencastro Martins
- Primeira Vara de Alta Floresta – Mirko Vincenzo Giannotte
- Terceira Vara de Alta Floresta – Tatyana Lopes de Araújo Borges
- Quinta Vara de Alta Floresta – Edson Dias Reis
- Segunda Vara Cível de Diamantino – Silvana Ferrer Arruda
- Terceira Vara Criminal de Cáceres – Eduardo Calmon de A. Cezar
- Quarta Vara de Cáceres – Joseane Carla R. Viana Quinto
- Primeira Vara Criminal de Cáceres – Ricardo Alexandre Riccielli Sobrinho
- Quarta Vara Cível de Diamantino – Graciene Pauline Mazeto Correa da Costa
- Vara Criminal de Tangará da Serra – Cleber Luis Zeferino de Paula
- Quinta Vara de Cáceres - Lamisse Roder Feguri A. Corrêa
- Segunda Vara de Sinop – Mario Augusto Machado
- Quarta Vara Cível de Tangará da Serra – Cláudia Beatriz Schmidt
- Primeira Vara de Cáceres – Wagner Plaza Machado Júnior
- Segunda Vara Cível de Tangará da Serra – Ana Paula da V. Carlota Miranda
- Terceira Vara Cível de Tangará da Serra – André Maurício Lopes Prioli
- Quinta Vara de Sinop – João Francisco C. de Almeida
- Segunda Vara de Cáceres – Wladys Roberto F. do Amaral
- Quinta Vara Cível de Tangará da Serra – Marcelo Sebastião Prado de Moraes

Confira abaixo as varas que foram providas pelo critério de antiguidade:

- Primeira Vara Cível de Diamantino – Patrícia Ceni dos Santos
- Primeira Vara de Sorriso – Wanderlei José dos Reis
- Terceira Vara de Sorriso – Túlio Duailibi Alves Souza
- Quinta Vara de Sorriso – Jorge Iafelici dos Santos
- Sexta Vara de Sinop – Renan C. L. Pereira do Nascimento
- Segunda Vara Criminal de Sinop – Débora Roberta Pain Caldas
- Segunda Vara de Alta Floresta – Giovana Pasqual de Mello
- Quarta Vara de Alta Floresta – Wendell Karielli G. Simplício
- Sexta Vara de Alta Floresta – Glenda Moreira Borges
- Segunda Vara Criminal de Cáceres – Geraldo F. Fidelis Neto
- Terceira Vara de Cáceres – Alex Nunes de Figueiredo
- Vara Especializada dos Juizados Especiais de Tangará da Serra – Claudio R.Zeni Guimarães
- Terceira Vara Cível de Diamantino – Elza Yara Ribeiro Sales Sansão
- Terceira Vara Cível de Barra do Garças – Francisco Rogério Barros
- Quarta Vara Cível de Barra do Garças – Jurandir Florêncio de Castilho Júnior
- Segunda Vara Cível de Barra do Garças – Júlio César Molina Duarte Monteiro
- Primeira Vara Cível de Barra do Garças – Michell Lotfi Rocha da Silva
- Vara Criminal de Primavera do Leste – Gilberto Lopes Bussiki
- Primeira Vara Criminal de Barra do Garças – Bruno D’Oliveira Marques
- Quarta Vara de Primavera do Leste – João Thiago de França Guerra
- Segunda Vara Criminal de Barra do Garças – Emerson Luis Pereira Cajango
- Vara Criminal de Diamantino – Joanice O. da Silva Gonçalves
- Quarta Vara de Sinop – Carlos Roberto B. de Campos
- Primeira Vara Criminal de Sinop – Rosângela Z. dos Santos

Por: Assessoria/TJ em 15/10/2012 19:23:42

» Mais notícias
Domingos cobra recuperação de pontes de madeira da MT 343
Gefron recupera 2 veículos na fronteira com a Bolívia
Sociedade se reúne amanhã para buscar solução para crise financeira do Hospital O Bom Samaritano
Traficante é procurado pela policia de Vila Bela
Irmãos saem no tapa em Cáceres por causa de linguiça


» COMENTE AQUI

Nome: *
E-mail: *
Cidade:
Comentário:  *Excedido o numero de caracteres.
Digite o texto da imagem ao lado:
 

» COMENTÁRIOS

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Oeste. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Jornal Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Mireni de Oliveira Costa Silva (Cáceres) | 2012-10-15 21:59:33
É uma pena Dra. Graciene ir embora, é sempre muito educada no trato com o servidor, não sofre de juizite, trata à todos com respeito, aliás como deve ser um servidor público. E não pensem que estou \"rasgando seda\" ou \"puxando saco\", não necessariamente nesta ordem, não está em minha pessoa esse tipo de comportamento, é que é fato.... Boa sorte na nova Comarca...
Kurtz Ramos (Cáceres/MT.) | 2012-10-16 07:53:20
Concordo com a Mireni em gênero, número e grau, uma pena que tudo que é bom dure pouco, mas pelo futuro da magistrada e sua carreira profissional isso é preciso acontecer. Boa sorte.
maria alice campos mensch (cáceres) | 2012-10-16 09:55:38
Concordo com vc Mireni, Dra Graciene sempre uma pessoa dedicada ao que faz, educada com seus colegas de trabalho e acima de td , muito humana!Cáceres vai perder umagrande Juíza, por outro lado foi transferido um Juiz (servidor público) arrogante, prepotente, que já vai tarde!!!passou por Cáceres!só.........

 

   
Copyright © 1997 - 2014 • Jornal Oeste • Todos os direitos reservados
online